Dia a dia Esporte Posts em destaque

Estudante sapiranguense treina em São Paulo a bocha adaptada


  •   
  •  

Sapiranga – O atleta paraolímpico de Sapiranga, Alan William de Souza, participou de treinamentos entre os dias 29 de janeiro e 6 de fevereiro, em São Paulo. Os treinos ocorreram 8h por dia, com o objetivo de evoluir a sua parte técnica.

Alan, de 13 anos, participou das Paraolimpíadas Escolares no final de novembro do ano passado, em São Paulo. Com o 3º lugar e o bom desempenho demonstrado na Bocha Adaptada, foi selecionado pelo Centro Paraolímpico Brasileiro (CPB) para passar 15 dias (janeiro e junho) no Canping Escolar paraolímpico, que fica na capital paulista.



Os treinos de Alan Souza ocorreram de dois a três turnos, divididos em carga horária diária. Os principais aspectos nos testes foram a avaliação da força, precisão, postura, inteligência, raciocínio rápido e capacidade de mudança de jogo. O sapiranguense foi muito elogiado por integrantes da equipe técnica da seleção brasileira paraolímpica de bocha adaptada.

Para melhorar o seu desempenho, o CPB detectou que Alan terá que possuir uma cadeira de rodas melhor que a atual, para assim melhorar a sua mobilidade. Além disso, outras bochas também vão ser necessárias, para potencializar a sua precisão no jogo.

Além dos treinos específicos de fundamentos, Alan de Souza participou de palestras com psicólogos da seleção brasileira, com assuntos abordados sobre família, cotidiano, conduta, esporte, entre outros temas.

Experiências com outros atletas e convivência fora

Outra possibilidade que Alan teve foi trocar experiências com atletas renomados no esporte, como Dirceu José Pinto, atleta com mais destaque da modalidade, com duas medalhas de ouro e uma de prata nas Paralimpíadas. Flávio Bressan foi o único treinador de Alan até agora e acompanhou o atleta nos treinos em São Paulo.


Testes de força e habilidade

O treinador de Alan, Flávio Bressan diz, como foi importante essa experiência para ele, como técnico. “O Camping Escolar foi uma oportunidade ímpar, de muita aprendizagem, onde pude observar os melhores métodos de aprendizagem tanto na parte prática como a teórica. Poder acompanhar o dia a dia de atletas da seleção brasileira, junto com sua comissão técnica, e saber que o trabalho que está sendo feito no paradesporto em Sapiranga está no caminho certo, não tem preço”.

Alan treina há dois anos a Bocha Adaptada. Nesse período já foi bi-campeão estadual de bocha, na classe bc4 (categoria com grave disfunção locomotora nos quatro membros). Até agora, sempre tinha treinado em Sapiranga, porém com a oportunidade de ir para São Paulo, o beneficiou na parte pessoal e profissional. “Essa experiência aqui no Camping Escolar do CPB está sendo muito boa, os treinos são iguais que faço no Rio Grande do Sul, estou aprendendo e me divertindo muito. Fiz várias amizades e testes como de verificação de força, precisão e agilidade. Além disso, participei de várias palestras muito interessantes. Agora vou continuar me dedicando aqui no Sul, para quando tiver que participar de competições em São Paulo, levar medalhas de ouro para casa”, diz o jovem.

A comissão técnica do Centro Paraolímpico Brasileiro irá acompanhar à distância todo mês, a rotina de treinos e desempenho de Alan aqui no Rio Grande do Sul. E em junho, Alan junto com seu treinador Flávio Bressan, voltam para São Paulo, para participar de mais oito dias de treinamentos e melhorar a sua parte técnica.

Texto: Diego Moraes

Foto: Arquivo Pessoal

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 264
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse