Dia a dia Posts em destaque

Obras da ponte na Avenida dos Municípios novamente paralisadas


  •   
  •  

Campo Bom – Ponte da vergonha. Assim que passou a ser chamada a ponte da Avenida dos Municípios em Campo Bom, sobre o Arroio Pampa, que ligará o município com Novo Hamburgo. A construção é de responsabilidade do governo do Estado através da Secretaria dos Transportes e do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). São dezenas de matérias sobre o assunto e infinitas explicações sobre os motivos dos atrasos e frequentes paralisações das obras. Agora, após finalizada a colocação das vigas em outubro do ano passado, mesmo mês em que Daer confirmou estar na fase final, com a colocação das pré-lages, que compõem a superestrutura onde os carros irão trafegar, as obras estão novamente paradas.

As delongas para a realização da obra, uma das principais demandas da comunidade da região na área de infraestrutura, já se estendem por mais de 25 anos. Em agosto de 2017 a notícia era de que construção seguiria sem interrupções, já que todos os ajustes necessários ao projeto haviam sido feitos, seguindo sem percalços até o término, previsto, à época, para os primeiros meses de 2018, o que não ocorreu.



Detalhes da obra

A ponte terá 44 metros de comprimento por 12,6 metros de largura. O recurso, de R$1,48 milhão, é do Tesouro do Estado.

A reportagem do Repercussão esteve no local no início desta semana e produziu um vídeo com os detalhes da obra e flagrando ainda a alternativa encontrada pela comunidade local. Confira:

Prefeitura valoriza potencial

Segundo o prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi, a ponte da Avenida dos Municípios é um antigo anseio da comunidade, que impactará significativamente a cidade quando for concluída.


“Nossa esperança, desde que a obra foi reiniciada, foi que dessa vez a obra não tivesse mais interrupções e que essa novela, que já se arrasta por décadas, finalmente chegasse ao fim. Essa será uma via que deve aumentar consideravelmente o fluxo de veículos que passam pela cidade e que poderá trazer benefícios em relação ao turismo, dando ainda aos moradores uma via mais rápida para acessar outras cidades da região”, pontua Orsi.

A administração salienta que os motivos da paralisação, assim como prazos e previsões devem ser informados pelo Daer. “Apesar de a ponte estar, em ambas as cabeceiras, do lado de Novo Hamburgo, sabemos que ela irá impactar muito em nossa cidade, então estamos acompanhando os andamentos, mas não temos informações mais precisas”, salienta Patrick Ruppenthal, secretário de Obras. O Daer afirma quitou os valores pendentes com a empresa contratada para os serviços e já a notificou a retomar as obras imediatamente.

Texto, vídeo e fotos: Sabrina Strack

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 271
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse