Posts em destaque

Denarc promove operação contra o narcotráfico que se utilizava das redes sociais


  •   
  •  

Região – A Polícia Civil, por meio da 1ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (1ªDIN/Denarc), deflagrou, na manhã desta quinta-feira (28), a Operação Arcano. O objetivo foi desarticular grupos criminosos que se utilizavam de diversas redes sociais como forma de negociar objetos ilícitos, sobretudo armas de fogo e drogas. Foram presas 15 pessoas, três delas durante o período de investigações.

Aproximadamente 200 policiais civis cumpriram 30 mandados de busca e apreensão em 12 cidades do RS, concentradas na Região Metropolitana, Vale dos Sinos e Litoral Norte. Indivíduos com residência em Campo Bom e Sapiranga também foram alvos da operação. Durante a ação e durante o período das investigações foram apreendidas duas pistolas, três carabinas, um revólver, um simulacro, acessórios para dar maior poder de fogo às armas, munições (incluindo de fuzil) e drogas. Foram apreendidos mais de oito quilos de maconha, mais de 200 pinos de cocaína, 100 comprimidos de ecstasy e 150 pontos de LSD.



Conforme o delegado Guilherme Calderipe, foram seis meses de investigações. “Os integrantes do grupo se utilizavam de aplicativos em redes sociais para fazer negociação de drogas, armas e acessórios para armamento, tudo em ambiente virtual”, disse Calderipe.

“Os criminosos se sentiam totalmente seguros no ambiente virtual e na utilização dos aplicativos. Eles achavam que não estavam ao alcance da Polícia Civil”, afirmou o diretor de investigações do Denarc, delegado Mario Souza.


A operação também teve a participação de cães farejadores do Denarc, do Grupamento de Operações Especiais (GOE) e da Divisão de Apoio Aéreo, empregando o helicóptero da Polícia Civil no apoio às buscas.

Fonte e fotografia: Polícia Civil

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse