Esporte Posts em destaque

Esporte Clube Oriente é sinônimo de tradição



  •   
  •  

Campo Bom – Sem dúvida, o Esporte Clube Oriente – fundado em 7-11-1934 – integra o patrimônio cultural e futebolístico campo-bonense. É até mais antigo que a própria data de emancipação do Município – 31-1-1959. Fundado por um apaixonado pelo futebol, Emilio Oscar Feldes, o popular Chócha, atualmente, o Clube promove nas suas dependências bailes para a terceira idade, e aos finais de semana, aluga o campo para as equipes interessadas. Mas, em um passado nem tão distante, o Esporte Clube Oriente viveu momentos de glória.

O vice-presidente, Carlos Alberto Feldes, o Carlão, possui na memória diversas passagens históricas do Oriente. “Quando os jogos eram fora de Campo Bom, meu pai contava que preparavam galeto com farofa, limonada e serviam para os jogadores na viagem. Tudo era feito com muito amor”, relembra. Mas, com o desenvolvimento social e o trabalho exigindo cada vez mais envolvimento, o clube deu uma pausa na sua trajetória vencedora no futebol. “O ápice do Clube foram nos anos de 1996 e 1997, quando conquistamos o bi-campeonato amador de juniores. No ano seguinte, revelamos o atual meio-campo do Novo Hamburgo, o Preto, que jogou conosco. Era uma época de ouro”, relembra Carlão.

Porém, manter a atual estrutura do Clube não é tarefa simples. “Possuímos muitos custos com manutenções e funcionários. Está bem complicado financeiramente”, lamenta.

Uma das ideias para o futuro que o vice-presidente comenta é elaborar um projeto para restruturar as divisões de base. “Não temos nada programado. Tudo envolve custo e, hoje, seria inviável reiniciar. Quem sabe, possamos contar novamente com a criançada e dividir nas categorias infantil, juvenil e juniores”, projeta.

Os times vitoriosos do Oriente


A foto ao lado mostra os envolvidos na conquista do campeonato estadual de juniores de 1996. Na imagem abaixo, a diretoria e os atletas que conquistaram o bi-campeonato, em 1997. Esporte Clube Oriente é um dos clubes mais tradicionais do futebol amador no Vale do Sinos.

O olhar de um ex-atleta e apaixonado pelo clube

Morador do bairro Rio Branco, Jair Wingert, foi atleta do Oriente. “Era uma disputa grande e acirrada com o 15 de Novembro. Tive a grata satisfação de vestir a camisa do clube. Lamento apenas que foi necessário encerrar as atividades do futebol. O bairro Rio Branco e Campo Bom ficaram mais tristes. O meu irmão, como técnico, foi bi-campeão gaúcho de juniores com o clube. Entendo que o futebol se tornou algo caro, mas o Oriente tem potencial para se tornar um clube formador de jogadores”, comenta o ex-atleta.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse