Dia a dia

Comércio otimista para as vendas do Natal 2016


  •   
  •  

Visões | Presidente da CDL de Sapiranga prevê boas vendas para o Natal. FCDL-RS crê em reação em 2017
Um Natal que proceda um ano de recuperação para a economia. Eis o que espera Sérgio Kochem, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sapiranga e gerente da filial das lojas Benoit de Sapiranga há 26 anos. “Falando pela minha experiência aqui na Benoit, minha perspectiva é de um crescimento de vendas em relação ao ano passado, que foi um ano mais fraco. Natal é sempre Natal. As pessoas sempre compram presentes a mais, então automaticamente o índice de vendas reage, por mais que se fale em dificuldades financeiras e em crise”, avalia Sérgio, que lembra que já no mês de novembro as vendas começaram a demonstrar um aumento em relação aos outros meses.

Mesmo otimista, Sérgio mantém o pé no chão. “Não vai ser, claro, o que seria anos atrás, quando vendíamos em dezembro o dobro das vendas dos outros meses, mas deve ser um mês positivo para o comércio.” Na Benoit, os celulares estão em alta como presentes para este Natal. “Trabalhamos com várias linhas de produtos, mas as vendas de celulares têm aumentado bastante. Tenho vendido também muitos móveis, e nossa linha de bazar também tem saída, já que são produtos com valores menores. Querendo ou não, o pessoal sempre compra no Natal”, frisa.



Tendências para o setor do comércio em dezembro e no próximo ano

Quando se fala no comércio de um modo geral, Sérgio diz perceber uma reagida no final deste ano. A visão de Sérgio condiz com o balanço do ano divulgado nesta terça-feira (13) pelo presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch. Vários dados sobre o varejo gaúcho foram apresentados, entre eles, dados que revelam que, a partir do segundo semestre de 2016, houve um recuo na negatividade das vendas do varejo gaúcho, sendo que é possível que neste mês as vendas restritas (sem veículos e materiais de construção) já apresentem resultados positivos.


“A tendência, creio eu, é melhorarmos no próximo ano. O comércio vem de dois anos difíceis, então estou numa expectativa boa para o futuro, estou otimista por uma aquecida nas vendas deste dezembro”, considera Sérgio. Para o próximo ano, a FCDL-RS também projeta um cenário mais favorável no país, de acordo com Vitor Augusto Koch. Segundo o dirigente, como a economia em 2016 chegou ao “fundo do poço”, os resultados em 2017 tendem a ser positivos.

Crédito da foto: César Moraes

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse