Dia a dia

Celebração anual do Natal é demonstração de gratidão por aquilo que Deus fez pelo homem


  •   
  •  

Sapiranga – Final de ano é sinônimo de festejos natalinos, quando os cristãos celebram o nascimento do Salvador, o Cristo que foi prometido pelo próprio Deus. Como pontua o pastor Adelino de Oliveira Pinto, da igreja Assembleia de Deus de Sapiranga, a Bíblia, na verdade, não nos informa a data precisa do nascimento de Jesus. “A história nos diz que foi iniciado suas comemorações por volta dos séculos IV da era cristã, nos dizendo ainda que foi introduzido nesta comemoração muitos elementos e símbolos que de nada têm significado com o verdadeiro Natal”, salienta o pastor.

Ele destaca que é no Novo Testamento, nos Evangelhos, onde se encontra o relato da verdadeira história do Natal. “Contada por homens que presenciaram, contemplaram com seus olhos e fizeram parte deste acontecimento, que foi um divisor na história da humanidade, pois afinal temos: A/C e D/C”, aponta Adelino, que lembra o verdadeiro significado do Natal: o amor! “João 3:16-17 diz: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que n’Ele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele. Então, o verdadeiro significado do Natal é a celebração deste ato de amor incrível”, avalia.



O culto de Natal – Cantata Natalina será dia 16, às 19h30, no Amaral Ribeiro.


Data não apenas pra festas e presentes, mas motivo para uma íntima reflexão

O pastor reitera que Natal é a história de Deus se tornando um ser humano na pessoa de Jesus Cristo.

“Por que Deus fez isso? Porque Ele nos ama! Por que o Natal foi necessário? Porque precisávamos de um Salvador! Por que Deus nos ama tanto? Porque Ele é o próprio amor (1 João 4:8). Por que celebramos o Natal a cada ano? Como gratidão pelo que Deus fez por nós, lembramo-nos do Seu nascimento através da troca de presentes, quando o adoramos e ao sermos especialmente conscientes dos pobres e dos menos afortunados”, pondera, salientando o amor como significado principal da data. “Deus amou os seus e forneceu a única maneira para passarmos a eternidade em Sua presença. Ele deu o Seu único Filho para carregar, em nosso lugar, a punição por nossos pecados. Quando aceitamos esse dom gratuito do amor, somos livre da condenação”, salienta Adelino. Ele deixa uma mensagem para toda a comunidae: “Um feliz e abençoado Natal. Que este Natal não seja apenas uma comemoração de presentes entre amigos, uma ceia farta, mas seja motivo de uma íntima reflexão, dos valores espirituais, lições e exemplo de vida deixados pelo Cristo, o líder, Salvador e pedra fundamental do Cristianismo”.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 368
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse