Polícia Posts em destaque

Criminoso que participou de assalto ao Banrisul de Nova Hartz em 2015 é solto e passa a usar tornozeleira eletrônica


  •   
  •  

Nova Hartz – Jones Antônio Machado, criminoso que ficou conhecido como “Jones Dedão” (um dos principais assaltantes de bancos do Rio Grande do Sul),  e que participou de assalto ao Banrisul de Nova Hartz em 2015, já não está mais na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). Desde quarta-feira (21), está usando tornozeleira eletrônica. A decisão da mudança de regime de Jones foi da Vara do Júri de Novo Hamburgo.

Jones participou de um assalto ao Banrisul de Nova Hartz, em 2015, ano em que também foi preso pela Brigada Militar. Em junho de 2016, passou a usar tornozeleira eletrônica, mas, quando violou os termos desse regime em outubro do ano passado, foi  preso preventivamente e estava na Pasc desde então.



Relembre o caso

Em 1º de dezembro de 2015, Jones participou de uma tentativa de assalto ao Banrisul de Nova Hartz – o crime foi frustrado pela Brigada Militar, que inclusive perseguiu os criminosos após tentativa de fuga.

Na ocasião, a Brigada Militar de Nova Hartz surpreendeu quatro indivíduos, por volta das 2h20 da manhã, que haviam entrado na área de auto-atendimento da agência e instalado explosivos em dois caixas eletrônicos. Ao verificarem que dois dos indivíduos carregavam fuzis, os policiais militares solicitaram apoio à Brigada Militar de Araricá.


Os PMs realizaram cerco policial e trocaram tiros com os bandidos no Centro de Nova Hartz. Porém, os indivíduos conseguiram fugir em um Honda Civic, em direção à Campo Vicente, onde se depararam com a viatura de Araricá. Nesse momento, os assaltantes fugiram em direção à RS-239. Em Lomba Grande (Novo Hamburgo), encontraram uma outra guarnição da Brigada Militar, que formou cerco aos criminosos. Enquanto três deles conseguiram fugir para o mato, Jones, que estava baleado, foi capturado pelos policiais.

O histórico de Jones

Jones, natural de São Leopoldo, tem 45 anos e foi preso pela primeira vez em 1993. Embora tenha sido condenado a prisão diversas vezes, Jones sempre conseguia escapar. Em 2014, foi preso em São Leopoldo, por assaltos no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Ele foi encaminhado para a Colônia Agrícola de Charqueadas, de onde conseguiu fugir. Foi preso novamente em 2015, na ocorrência em Nova Hartz. Em junho de 2016, passou a usar tornozeleira eletrônica e em outubro, foi  preso preventivamente, na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc).

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse