Geral

FaberNet se destaca pela agilidade e inovação


  •   
  •  

Sapiranga – Fundada em 2013, a FaberNet se destaca por buscar a inovação, tanto em preços, quanto em produtos e fornecedores. A empresa hoje atende ao mercado corporativo, com serviços como configuração de redes e servidores, assim como toner compatível. Ao cliente final, o principal serviço é a manutenção de telefonia móvel e venda de computadores, notebooks e impressoras.

O importante, segundo Jonas Faber, fundador e proprietário da FaberNet, é servir ao cliente, independente do serviço requisitado. “Tanto na área de tecnologia, como em qualquer outra, tem que se tentar algum diferencial, porque ficar na mesmice não dá”, salienta Jonas.



Sediada na Rua Carlos Brenner, 471, bairro Amaral Ribeiro, a FaberNet abre para o varejo há cerca de três anos. “Quando iniciei, tinha saído de um outro local, e os clientes começaram a procurar. Fomos estruturando e hoje temos uma infraestrutura maior e melhor, com muito produto a pronta-entrega”, explica o empreendedor, que iniciou sozinho. Hoje, conta com um funcionário fixo e mais dois prestadores de serviço, acionados quando necessário, todos com mais de oito anos de experiência.

Durante os três primeiros anos, a empresa cresceu cerca de 110% anualmente. “A gente faz um trabalho bom, com qualidade e preço justo”, avalia Jonas. Com cinco anos de mercado, completados dia 13 de fevereiro, a FaberNet hoje conta com mais de 1300 clientes e 116 fornecedores.

Há um ano e meio a empresa passou a oferecer serviços de manutenção em telefonia. “Montamos laboratório próprio, compramos maquinário e fazemos direto aqui dentro esse suporte”, pontua o empresário. Serviço que já demonstrou um bom retorno. “Uma estimativa semanal, só de telefonia, está em torno de 30 a 40 chamados, isso sem ter um ponto aberto”, comemora Jonas.


Projeto para 2018 é construir uma loja física no mesmo local. “Queremos estruturar uma sala na frente, com porta aberta para ficar mais fácil a entrada do cliente e não inibir tanto, como hoje”, explica Jonas. O prédio atual já atende ao cliente físico, porém o portão permanece fechado e o cliente precisa tocar a campainha para entrar.

Projetos futuros

Há um ano e meio passaram a oferecer serviços de manutenção em telefonia. “Montamos laboratório próprio, com maquinário, e fazemos aqui dentro esse suporte”, pontua Jonas. Para 2018, o plano é construir uma loja física. “Queremos estruturar uma sala na frente, com porta aberta, para ficar mais fácil a entrada do cliente e não inibir, como hoje”, explica. O prédio atual já atende ao varejo, porém o portão permanece fechado e é preciso tocar a campainha para entrar.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse