Dia a dia Política Posts em destaque

Eleições 2018: Não se esqueça do que levar na hora de votar


  •   
  •  

País/Região – Neste domingo, dia 7 de outubro, acontece o primeiro turno das eleições 2018. Será o momento de escolher as próximas lideranças do país e dos estados. O segundo turno está marcado para o dia 28.

Serão seis votos: deputado federal, deputado estadual, dois senadores, governador e presidente da República, nesta ordem.



No dia da votação, não esqueça de levar o título de eleitor e o documento de identidade oficial com foto. É possível votar sem título, mas não sem identificação.

São aceitos como documento de identificação a carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho, Documento Nacional de Identidade (DNI) ou carteira nacional de habilitação (CNH).

O título é o documento onde constam os locais de votação de cada eleitor, com a zona e seção em que o eleitor deve votar. Caso não saiba em qual local votar, pode consultar clicando aqui.

Quem já fez a biometria, não precisa de documento de identificação, e pode comparecer ao colégio eleitoral para votação apenas com o título, que também está disponível de maneira digital no aplicativo E-título do TSE que está disponível para ANDROID e IOS. Caso ainda não tenha realizado a biometria, pode-se utilizar o App E-título para consulta de zona e seção, no entanto, o porte de documento de identificação não está dispensado neste caso.

Como Votar

É importante digitar o número de cada candidato com atenção e conferir a foto do político escolhido antes de apertar a tecla “Confirma”. Caso ocorra algum erro, o eleitor pode apertar a tecla “Corrige” antes de finalizar o processo e digitar o número novamente.


Para votar no deputado federal, o eleitor terá que digitar quatro números na urna eletrônica e, em seguida, apertar a tecla “Confirma”. Para o cargo de deputado estadual ou distrital, será necessário digitar cinco números e, novamente, apertar a tecla “Confirma”.

A escolha seguinte será de senadores. Como o Senado terá uma renovação de 2/3 de seus integrantes, neste ano o eleitor deve escolher dois candidatos. No caso, será necessário digitar três números na urna e apertar a tecla “Confirma” para votar para a primeira vaga. O mesmo processo deve ser repetido para a escolha do segundo candidato. O eleitor deve estar atento: se o mesmo número for digitado para os dois cargos de senador, o segundo voto será anulado.

Já se encaminhando para o fim, o eleitor deverá registrar o voto para governador e, por último, presidente da República, ambos com dois dígitos.

Depois de concluída a etapa de votação, a urna fará a gravação, criptografia e assinatura digital do voto. Feito isso, a palavra “FIM” aparecerá na tela, e a urna emitirá um sinal sonoro.

Foto: Agência Brasil

 

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 39
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse