Dia a dia Posts em destaque

Brigada Militar cumpre reintegração de posse no Bairro Sete, em Sapiranga



  •   
  •  

Sapiranga – Na manhã desta terça-feira (14), ocorreu uma reintegração de posse em um terreno particular de Sapiranga. A área, distribuída em duas quadras, entre as Ruas Presidente Franklin Delano Roosevelt e Luís de Camões, no Bairro Sete de Setembro havia sido invadida há cerca de um ano. No local, moravam em torno de 30 famílias.

Conforme o major João Aílton Iaruchewski, comandante do 32º Batalhão de Polícia Militar, responsável pela operação, a Justiça autorizou a reintegração de posse em dezembro do ano passado. Porém, em função de grande parte do efetivo da Brigada Militar ter se deslocado para o litoral para a operação golfinho (durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro) a reintegração ocorreu neste mês. “Nosso primeiro aviso às famílias ocorreu há uma semana, depois disso foram notificados mais duas vezes. Sempre deixamos claro que, uma vez que a Brigada Militar é chamada para agir nesses casos, não há mais negociações, precisamos seguir com a ação”, explica o major, lembrando que em torno de 90 policiais militares participaram da operação.

Guilherme Pilger


No local, estavam entre 30 e 40 famílias – a maioria já havia desmontado suas casas e levado seus pertences embora quando a Brigada Militar chegou para realizar a reintegração, por volta das 7h da manhã. Outras, nesse momento, não sabem para onde ir. “A prefeita nos prometeu que, se saíssemos daqui, ela não iria nos deixar desamparados, que iria arrumar um outro lugar para morarmos e agora ela nem nos recebe”, diz Eliani Tavares Freire, de 38 anos, costureira que estava morando na área particular. Quem também não sabe onde irá morar é Joel Silvano Mergener, que havia construído uma casa de madeira na área. “Minha mãe é professora aposentada e paga aluguel, não tenho para onde ir, no momento”, comenta.

De acordo com Paulo Huff, advogado de Marcelo Limongi – o proprietário da área -, assim que a área estiver liberada, irão cercar o local. “Assim que as famílias saírem, vamos começar a cercar a área”, disse o advogado.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse