Dia a dia

11 escolas sapiranguenses receberam melhorias nas estruturas em 2018


  •   
  •  

Sapiranga – Investimento em educação é o que se quer escutar em tempos de índices de analfabetismo ainda altos. Conforme o IBGE, a taxa de analfabetismo da população acima de 15 anos no Brasil é de 7% em 2017, o que representa 11,5 milhões de brasileiros. No Rio Grande do Sul, a taxa foi de 3% de analfabetos em 2017.

Em Sapiranga, a Administração vem destinando recursos para diversas melhorias de estrutura em escolas existentes. As reformas vão desde o cercamento e construção de muros, como na EMEF Balduíno Wasen e EMEI Lepoldo Sefrin, até construção de banheiro acessível para cadeirante na UEI Érico Veríssimo e rampa de acesso na entrada da EMEI Cinderela.



Dentre as obras em andamento está o prédio da nova Escola Municipal de Educação Infantil, no bairro Centenário, espaço, cuja previsão de término, segundo a Prefeitura, é antes do início do próximo ano letivo. A EMEI irá auxiliar na redução do déficit de vagas na educação infantil, com capacidade para atender até 396 crianças em dois turnos. Um novo local, também com fins educativos, que será inaugurado em 16 de agosto pela prefeitura, é o espaço de Apoio Socioeducativo em Meio Aberto (Asema) Recriando, serviço que desenvolve atividades para crianças e adolescentes, de seis a 14 anos, no contraturno escolar.

Para a secretária de Educação, Cláudia Kichler, os investimentos refletem em qualificação. “Todas as obras realizadas nas escolas, seja reformas, ampliações ou construções, são investimentos na educação. Com a construção da escola de educação infantil no Centenário, conseguiremos diminuir nossa lista de espera. Também estamos em contato com as Escolas Estaduais para inserirmos, através de parcerias, alunos da Educação Infantil e, assim, liberarmos novas turmas nas EMEIs para alunos de 0 a 3 anos, que é onde nossa lista está grande. Alunos de 4 e 5 anos estão todos na escola. A administração está sempre trabalhando para qualificar nossas escolas, tanto infantis quanto fundamentais”, destaca a secretária.

Lista do primeiro semestre

Para receber os alunos no início do ano letivo, 11 escolas municipais passaram por obras de melhorias, segue a lista completa:

– Centro Municipal de Ensino (CME) Ayrton Senna: reestruturação do telhado;

– Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Balduíno Wasen: cercamento no entorno da escola;

– EMEF Waldemar Carlos Jaeger: manutenção e pintura corretiva nos fundos da escola e construção de muro (demolição e reconstrução do muro);


– EMEF Maria Ruth Raymundo: reforma do refeitório, substituição do piso, reforma de beiral e forro da varanda, adequação da secretaria e do hall de atendimento;
– EMEF Maria Emília de Paula: pórtico de entrada e manutenção das salas;

– EMEF Pastor Rodolfo Saenger: manutensão de tela, rejuntes, piso e das mesas de jogos de xadrez;

– Unidade de Ensino Infatil (UEI) Ayrton Senna: reforma do piso externo da escola com pedra laje;

– UEI Érico Veríssimo: banheiro acessível para cadeirantes;

– Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Cinderela: rampa de acesso na entrada da escola;

– EMEI São Luís: manutenção das salas de aula;

– EMEI Leopoldo Sefrin: demolição e reconstrução do muro (Rua dos Estados).

 

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 216
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse