Geral Posts em destaque

Construção de 300 casas é autorizada pela União



  •   
  •  

Campo Bom – Publicada no Diário Oficial da União de quarta-feira, 28/02, a portaria 162/2018, que habilita, através de recursos do Fundo de Desenvolvimento Social, a Múltipla Cooperativa de Trabalho, Habitação e Projetos a construir 300 unidades habitacionais em Campo Bom.

A cooperativa participou de licitação da Prefeitura em 2014 para execução de 376 casas do programa Minha Casa Minha Vida Entidades. “Tivemos vários entraves e com a ajuda da prefeitura pudemos alterar alguns pontos e cumprir com as exigências da Caixa”, explica Kamile Sauthier, assistente social da Múltipla. A autorização, entretanto, foi para a construção de 300 unidades, que é o número máximo por empreendimento, por município, permitido pelo Governo Federal. O saldo, de 76 casas, segundo a Cooperativa, será contemplado em um novo projeto, cuja portaria deve ser publicada nos próximos dias.

O contrato com a Caixa Econômica Federal será assinado em 30 dias. A partir de então, a Cooperativa tem 120 dias para iniciar a obra e 24 meses para entregar as casas finalizadas.

Seleção das famílias

As unidades habitacionais serão construídas no loteamento Morada dos Sonhos.


O Município, segundo o prefeito, Luciano Orsi, cedeu uma área de terra de 157.300m² para a construção das unidades. Os imóveis, com 52m² em terrenos de 180m², serão disponibilizados para famílias já inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, com renda familiar de até R$1.800,00 e que não tenham tido financiamento habitacional, nem dívida com a Caixa.

A prioridade, segundo a Cooperativa, é para idosos, mulheres chefes de família e pessoas com deficiência. Em seguida, serão chamadas as famílias que moram de aluguel, considerando a menor renda per capita. Aquelas famílias que ainda não estão inscritas e queiram permanecer em lista de espera podem procurar a Múltipla, das 12h às 18h, na Av. São Leopoldo, 319, sala 403, no Centro de Campo Bom. Telefone para contato é o 3585-1426.

A Prefeitura, segundo Eduardo Assmann, secretário de Desenvolvimento Social e Habitação, vai promover um novo cadastro de moradores para futuros programas habitacionais. “Mesmo quem já possui cadastro na Prefeitura deve atualizar os dados”, explica o secretário.

Criação de SItes Sapiranga

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse