Geral Posts em destaque

Biometria ocorre em Sapiranga e Campo Bom



  •   
  •  

Região – Um dos benefícios do cadastro biométrico, que está sendo realizado em todo o território nacional desde 2009, é a garantia de mais segurança ao processo eleitoral. Nos municípios da região de cobertura do Jornal Repercussão, Araricá e Nova Hartz já concluíram o recadastramento dos seus eleitores. Em Campo Bom e Sapiranga, o processo segue em andamento.

O eleitor que procura o Cartório Eleitoral da sua cidade para fazer seu alistamento, revisar seus dados ou mudar seu domicílio, já tem, automaticamente, seus dados biométricos coletados. Em 11 de dezembro do ano passado, o processo de recadastramento biométrico havia sido concluído em 400, dos 497 municípios do Rio Grande do Sul. Em outros 26, a revisão deve ser encerrada até o fim deste mês. Nos 71 restantes – caso de Sapiranga e Campo Bom – a revisão vai seguir acontecendo após as eleições deste ano, em datas ainda a serem definidas.

Em ambos os municípios, o eleitor que não tiver a biometria cadastrada poderá votar sem impedimentos, com a identificação tradicional, através do título de eleitor. O cadastro segue ocorrendo até o dia 09 de maio, quando se encerra o prazo – 151 dias antes do pleito, marcado para 7 de outubro – assim como para qualquer outra alteração. A reabertura será dia 05 de novembro, após as eleições. O prazo final ainda não foi definido, mas, conforme o Cartório Eleitoral de Campo Bom, será, provavelmente, estabelecido para 2020.

Sapiranga pede que eleitores agendem atendimento

O Cartório Eleitoral de Sapiranga ressalta que, no caso de o cidadão estar com o título de eleitor em situação regular, não é necessário comparecer para o cadastro biométrico, já que o prazo final será definido após as eleições deste ano e será, provavelmente, apenas em 2020.

Além disso, considerando o aumento significativo da demanda por atendimento em busca de outros serviços prestados pelo Cartório, como transferência de título ou justificativa de ausência, a equipe pede para que os cidadãos agendem o atendimento pela internet, no link https://eleitor.tre-rs.jus.br/agendamento/publico/agendamentos “Pedimos o agendamento para agilizar o atendimento, assim como atender com maior qualidade e conforto, sem filas”, esclarece o chefe do Cartório, Carlos Ferreira Machado.


Campo Bom atende cerca de 90 pessoas por dia

Em Campo Bom, o cadastro também segue sendo feito de acordo com a procura. A meta, conforme o chefe do Cartório, José Afonso Beraldin da Silva, estabelecida pelo TRE, é de 5.116 eleitores cadastrados neste ano. “Nosso atendimento é ordinário, não estamos fazendo nenhuma propaganda porque não temos nem pessoal e nem equipamento para atender mais”, explica Beraldin.

“Em média, estamos atendendo de 80 a 90 pessoas por dia”, pontua o chefe do Cartório, esclarecendo que não estão cobrando agendamento. Assim, tanto aquelas pessoas que agendarem, quanto as que comparecerem diretamente, serão atendidas. O local não tem registrado filas. Para realizar o cadastro biométrico, o eleitor precisa apresentar comprovante de residência, um documento com foto e, para quem tiver, o título.

Recadastro nos municípios

Município                       Situação                       Percentual
Araricá                                Concluída                             99,76%
Campo Bom                    em andamento                       47,01%
Nova Hartz                        Concluída                              99,85%
Sapiranga                        em andamento                        33,70%

Criação de SItes Sapiranga

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse