Política

Em sessão acirrada, Câmara de Sapiranga aprova projetos


  •   
  •  

Sapiranga – Quem compareceu na sessão da Câmara de Vereadores de Sapiranga na última segunda-feira (3) viu mais briga partidária do que projetos aprovados.
Ao utilizar o espaço na tribuna, o vereador Nico (PT) proferiu críticas aos seus colegas de partido, Dico e Aquelino. De acordo com Nico, os vereadores petistas haviam o acusado na sessão anterior de “se vender por alguns cargos”. Em sua fala, Nico fez um breve histórico de sua carreira política, dizendo ter convicções pessoais e não necessitar de tal prática.
A discussão entre os vereadores continuou e os próprios vereadores petistas João Moraes e Cleidi do Prado, bem como Balardin (PTB), trataram de amenizar o debate, frisando que isso deveria ser discutido dentro do partido e não na Câmara.
Mas a sessão esquentou de vez quando o presidente da Câmara, Gilberto Goertet (PP), o Beto, chamou João Moraes de “mentiroso e sem-vergonha”, denunciando o petista por oferecer casas populares da Prefeitura em troca de votos nas eleições passadas. De sua mesa, Moraes irritou-se, afirmando que a denúncia não é verdadeira.
Após a sessão, Moraes disse ao Jornal Repercussão que Goetert utiliza do autoritarismo. “Como presidente, no ano passado, sempre respeitei todos vereadores, inclusive ele. Nunca ofereci casas pra ninguém e vou tomar medidas judiciais pela acusação”, garantiu.

Criação de Sites Porto Alegre





  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse