•   
  •  

Por Deivis Luz

Câmara de Sapiranga = barril de pólvora
Pode parecer exagerado, mas é esse o ambiente da Câmara de Vereadores em Sapiranga. Não há uma sessão em que não ocorra algum tipo de contratempo, seja entre os vereadores ou com o público. A troca de acusações e insinuações é mútua e rotineira. Em pouco menos de três meses desta nova legislatura, houve bate-boca, mais de uma vez, de vereador com vereador, de vereador com plateia e até de vereador com funcionários da Casa. E tudo no transcorrer dos trabalhos, ou seja, durante as sessões.

Guilherme Pilger

Mais fumaça
Se não bastasse o clima pesado, principalmente durante as sessões, propostas polêmicas em debate neste início de 2017 ajudam a aumentar a celeuma entre os vereadores. Há até quem defenda uma fiscalização e punição para quem quebrar com o decoro parlamentar. Ou seja, punir quem extrapolar, seja pela oratória ou conduta que comprometa as demais lideranças. Proposta ainda é trabalhada nos bastidores. Seria a instauração de uma espécie de uma Comissão de Ética.


Redução de vereadores
Na linha dos temas polêmicos surge, novamente, a discussão sobre a redução do número de vereadores. Diego Lima e Sandro Seixas (Democratas) protocolaram a proposta esta semana, após a restrição na abertura de CPIs. Vereador consultado pela Coluna estranhou a apresentação da medida, e disparou: “Tem gente querendo aparecer”. O fato é que junto à sociedade, muitos desejam mesmo a redução de 15 para 11 vereadores. O problema é conquistar os dez votos necessários, em duas votações, para a medida ser aprovada. Registro: Novo Hamburgo, com mais de 230 mil habitantes, possui 14 vereadores. Sapiranga, com 80 mil habitantes, possui 15 vereadores. Conta não fecha.

Prazos do IPTU em Sapiranga
Durante encontro no Ministério Público, em Sapiranga, foi levantada a possibilidade da Prefeitura estender o prazo para contribuintes pedirem a revisão do IPTU sem ônus no pagamento dentro do mês de março. A Secretaria de Fazenda e a Procuradoria Geral do Município estão estudando a viabilização desta medida.

Presidência esclarece
O presidente da Câmara de Vereadores de Sapiranga, José Aristides Figueiró de Moura, Juca, emitiu nota sobre o pedido de CPI para investigar possíveis irregularidades na Prefeitura. A nota reafirma que o parecer jurídico foi pela inadmissibilidade e que o pedido foi arquivado e não cabe discussão sobre o mesmo.

Cargos em Nova Hartz
A oposição tentou, reclamou, mas não levou. Com apoio do PMDB, o PP obteve a sua primeira grande vitória na Câmara de Vereadores e conseguiu aprovar a restruturação administrativa da Prefeitura. PSC e PT disseram que a Administração Municipal fez propaganda enganosa na internet, e que ao invés de R$ 1 milhão que seria economizado com a diminuição de cargos (de 110 para 80), o valor chegaria em pouco mais de R$ 900 mil.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse