Dia a dia Polícia Posts em destaque

Caso Júlio: Bebidinha e Régis pegam 26 anos de prisão


  •   
  •  

Região – Enfim, pode ter sido esclarecido nesta semana o caso da morte do jovem Júlio César da Silva, então com 28 anos, ocorrido no final de 2016 e que causou grande repercussão na cidade.

Após audiências para ouvir testemunhas e os réus desde quando o caso aconteceu, além de juntar ao processo provas como escutas telefônicas, o juiz de Direito da Comarca de Sapiranga, Ricardo Petry Andrade determinou na segunda-feira (1º de outubro): André Reinheimer (Bebidinha) e Régis Adriano da Silva Luz são os culpados pela morte de Júlio César.



A pena que cada um dos acusados deve cumprir por extorsão mediante sequestro, conforme decisão do juiz, é de 26 anos de prisão. Como André Bebidinha e Régis Adriano são réus primários, irão cumprir dois quintos da pena no regime fechado, o que significa cerca de 10 anos e meio na prisão. Por enquanto, ambos cumpriram apenas um ano e dez meses, visto que foram presos dias após o crime, restando ainda cumprir cerca de nove anos reclusos no sistema penitenciário.


Outro réu no caso, Eloir Sartori Quiestes, o “Bichinho”, foi inocentado pelo juiz, por não haver provas concretas de sua participação no crime.

As defesas de Bebidinha e Régis Adriano ainda podem recorrer da decisão do juiz. Todos os detalhes da pena na edição impressa do Jornal Repercussão desta quinta-feira (4).

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 1.1K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse