Ciência e Tecnologia Merece destaque

Civida, app idealizado por egresso da Faccat, será lançado em dezembro


  •   
  •  

Região – O Civida, aplicativo que visa proporcionar aos cidadãos uma alternativa para receberem, emprestados ou doados, equipamentos de saúde da própria população ou de empresas, está em fase final de desenvolvimento. O app irá conectar quem precisa de ajuda com quem pode ajudar.

O idealizador do projeto, Lucas Humberto Reinhardt, hoje coordena uma equipe de quatro pessoas, que juntos trabalham para o lançamento do App no dia 31 de dezembro. “A ideia é publicarmos uma versão funcional rodando a nível regional. Estamos em fase de criação da identidade da aplicação, tendo em vista os conceitos básicos de usabilidade e pensando nas diferentes personas que irão utilizar o aplicativo”, explica. Em paralelo, o jovem de 32 anos trabalha na divulgação do App em simpósios, exposições e empresas, buscando parcerias para o Civida. “Eles terão seus nomes veiculados dentro de um grande projeto social, ajudando a população brasileira”, salienta Lucas. O Civida será totalmente gratuito para a os usuários finais.



Reconhecimento e selo Civida
Pelo projeto piloto, Reinhardt ganhou, em 2017, menção honrosa do Instituto 3M para Estudantes Universitários, que o premiou com R$10 mil para a implementação da proposta. Lucas, formado em Sistemas para Internet pela Faccat e com a pós-graduação em Gestão de Projetos em andamento, deve investir o valor recebido na implementação do App, visando a melhora das condições de vida das pessoas, de forma simples e inovadora. “Os patrocinadores, ainda irão participar do programa Selo Civida de Responsabilidade Social, que dará grande visibilidade às empresas”, explica Lucas.


Solução menos burocrática para quem precisa
“Satisfação é pouco, pois quando um ser humano ajuda o próximo, ele ajuda a si mesmo. É maravilhoso ver que algo que você trabalhou tanto em cima, aplicou seus conhecimentos adquiridos, esteja saindo do papel e ajudar o Brasil inteiro, através de um aplicativo. Como o Brasil está carente nesta área da saúde, e as pessoas precisam de algo menos burocrático que torne mais célere a obtenção de equipamentos, acredito que o aplicativo é um recurso muito mais presente na dinâmica vida das pessoas e irá beneficiar milhares de brasileiros”, salienta Lucas, cuja equipe conta também com dois bolsistas da Faccat.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 31
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse