Geral

Segunda-feira será de votações decisivas na Câmara de Vereadores de Nova Hartz


  •   
  •  

Nova Hartz – Dois projetos de lei de autoria da prefeitura e levados para análise da Câmara de Vereadores deverão ser apreciados, votados e a expectativa é pela aprovação das matérias na próxima segunda-feira (19). O primeiro projeto é o que trata da concessão dos serviços de abastecimento de água e implantação das redes com a Corsan. A proposta está em análise pelos vereadores há quatro meses, mas depois de diversos encontros para esclarecer dúvidas sobre a proposta, ao que tudo indica, a matéria será colocada em votação na sessão da próxima segunda-feira. Entre as principais dúvidas dos vereadores sobre o projeto de lei da concessão com a Corsan estão o valor do metro cúbico que a Corsan cobrará dos futuros clientes, a inexistência de um cronograma de execução das obras e a necessidade de substituir alguns termos do contrato. Por isso, emendas devem ser apresentadas durante a votação e submetidas a aprovação do colegiado.

Outro projeto extremamente controverso do ponto de vista dos vereadores da oposição é o pedido de autorização da Prefeitura para estabelecer um financiamento com a Caixa Econômica Federal. Os mais de R$ 14 milhões do empréstimo serão utilizados para asfaltar ruas do Centro, mas em especial a segunda etapa da Rua Dois de Dezembro – da ponte em direção à Vila Alves até chegar na ponte sobre o Arroio Ferrabraz, na divisa com Araricá. O imbróglio todo recai sobre a desconfiança dos vereadores oposicionistas de Nova Hartz sobre as reais intenções da Prefeitura de Araricá em captar empréstimo de R$ 2 milhões junto ao Badesul para dar prosseguimento a obra. Além disso, um outro ponto questionado é sobre a ausência de um estudo de impacto financeiro que deveria ser anexado ao projeto enviado à Câmara de Vereadores e que trata do asfaltamento da Rua Dois de Dezembro.



Diante destas polêmicas, moradores da Vila Alves e empresários foram na quarta-feira deste semana até a Câmara de Vereadores pressionar, em especial, o presidente Eloir Colombo (MDB) para colocar em pauta o projeto de financiamento. Dias antes, na sessão desta semana, disse que não aceita pressão da Prefeitura e que o projeto da Dois de Dezembro teria que ser melhor analisado. Outros vereadores cobram o impacto financeiro da obra.


Na próxima segunda-feira os vereadores devem analisar os dois projetos e a população deverá lotar o plenário para acompanhar e pressionar pela aprovação das propostas.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 482
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse