Geral Posts em destaque

Prefeitura de Campo Bom busca qualificar Av. Brasil


  •   
  •  

Campo Bom – Buscando proporcionar maior conforto aos campo-bonenses, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, Serviços Urbanos e Trânsito, está buscando obter recursos do Ministério das Cidades para a revitalização da Avenida Brasil e seu entorno. Através do Programa Avançar Cidade, a Administração pleiteia um recurso de aproximadamente 20 milhões de reais.

O Programa Avançar é um dos carros chefes do Ministério das Cidades e mira financiar diversas ações nos municípios. Em novembro de 2017, ocorreu a pré-seleção. Contudo, agora, será elaborado o projeto ténico. E é por isso que ainda não é certo que a cidade receberá o incentivo.



O projeto prevê a revitalização da Avenida Brasil e de outras ruas, como: Avenida João Schumann, Rua Carlos Cerino Feltes, Avenida São Leopoldo, Rua Marquês do Herval, Rua Pastor Frederico, Rua Rui Barbosa. Entre as obras está previsto recapeamento asfáltico, qualificação de passeios – incluindo acessibilidade-, colocação de bancos, lixeiras e demais equipamentos urbanos, arborização, sinalização, galerias pluviais, iluminaçao em LED e, se os recursos permitirem, cabeamento subterrâneo.

Secretário explica

Questionado sobre a necessidade da revitalização, Patrick salientou que a avenida não recebe melhorias há muito tempo, o que é essencial para o desenvolvimento da cidade. “Atualmente, as boas práticas do urbanismo mundial nos indicam que o melhor caminho para as cidades é ter espaços de convivência, com acessibilidade, espaços para caminhar, lojas, equipamentos urbanos, iluminação qualificada com LED, entre outras melhorias e, é isso que entendemos ser necessário para a avenida”, frisou Ruppenthal.


Sobre a possível duplicação da Avenida Brasil, o secretário descartou a ideia e frisou a importância de incentivar o comércio. “Entendemos que a duplicação da avenida trará mais prejuízos que benefícios, entre os quais: aumento do uso de veículos, aumento de velocidade na via, falência de lojas e comércios, afastamento do pedestre da região. Como se trata da região mais central e comercial da cidade, acreditamos que o melhor é proporcionar uma condição mais favorável para os deslocamentos de pedestres, atraindo turistas e retomando a atividade comercial do Centro”, explicou Patrick.

Captação de recursos

A Prefeitura pretende, em breve, abrir a licitação para a contratação de empresa terceirizada para a realização do projeto técnico. O projeto deve ser apresentado para a Caixa Econômica Federal e só então passar para a seleção final do Ministério das Cidades para buscar captar este recurso do Governo Federal.

Conforme o secretário de Obras, Serviços Urbanos e Trânsito, Patrick Ruppenthal, a Prefeitura determinará o que deve ser feito e a empresa executará o projeto. “A equipe técnica da Prefeitura será a responsável por determinar o que precisará ser feito e de quais formas, ao passo que a empresa contratada será responsável por elaborar os detalhamentos e apresentar alternativas e soluções”, pontuou.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse