Geral Política Posts em destaque

Prefeita de Sapiranga faz balanço positivo do primeiro ano do segundo mandato



  •   
  •  

Sapiranga – Com vários projetos concluídos e novos já traçados para Sapiranga, além da experiência enriquecedora de presidir a Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (AMVRS), a prefeita Corinha Molling avalia como muito positivo 2017, o primeiro ano do segundo mandato no comando da Cidade das Rosas. “Ao contrário de 2013, quando iniciei o mandato tendo que arrumar a casa, neste ano iniciamos uma nova etapa do governo mostrando que promessas feitas tem que ser cumpridas e que temos um projeto para a cidade crescer”, destaca Corinha, já prevendo avanços na Educação, Saúde e na geração de emprego e renda, com apoio ao desenvolvimento econômico na indústria, comércio, serviços e na área de Turismo.

A prefeita Corinha lembra que no primeiro mandato, mesmo com todas as dificuldades que a crise econômica impôs, Sapiranga teve inaugurada a UPA 24 Horas e concluídas várias outras obras nas áreas de Habitação (dois residenciais entregues às famílias e regularização de loteamentos), Educação (duas novas escolas abertas e a distribuição gratuita de uniformes) e infraestrutura (pavimentação de vias com vistas para o desenvolvimento da cidade). “Muitos achavam que neste primeiro ano do segundo mandato, passada a eleição, nós ficaríamos parados. Pois mostramos que nossa Administração é séria e que está realmente disposta a retomar o crescimento da cidade. Concluímos diversas obras de infraestrutura que vão influir no futuro do Município. A Estrada Porto Palmeira, a Rua Cruzeiro do Sul, a Avenida Travessão Ferrabraz e várias outras obras de pavimentação estão abrindo novos caminhos na cidade, possibilitando tanto a expansão industrial e comercial, como a residencial nestes eixos.”

TURISMO, ESPORTE E LAZER
Além das obras viárias, o Município vem investindo forte na área de lazer, esporte e turismo. “Inauguramos o Skatepark Municipal e uma nova quadra poliesportiva no Parque do Imigrante, que vem sendo revitalizado em todos espaços. As pessoas que visitam nosso Parcão veem que o espaço tem recebido atenção especial e ainda temos novos projetos para ele. Implantamos academias gratuitas ao ar livre em algumas praças e queremos avançar neste investimento. Mas nossa grande meta nesta área de lazer, além de tornar a Festa das Rosas ainda maior (que desde 2015 atrai mais de 100 mil visitantes, quebrando recordes de público), é avançar na questão do Morro Ferrabraz, tornando-o um ponto turístico de referência na região.” O projeto para o Ferrabraz começou pela lei de preservação das suas áreas verdes. Agora, o desafio é torná-lo viável turisticamente, investindo em infraestrutura para a recepção de turistas. Nesta linha estão previstas ações como tornar pública a área de pouso do voo livre e implantar estrutura para os visitantes no espaço e a pavimentação da estrada que leva até o topo do morro. “Estamos, passo a passo, vendo o que é possível fazer sem causar prejuízo às belezas naturais. É preciso explorar o potencial do Ferrabraz, que hoje é utilizado sem um regramento que promova o turismo sem agredir a natureza. Para investir em uma infraestrutura no alto do morro, por exemplo, é preciso pensar em como o local poderá receber visitantes sem agressão à natureza.”

EDUCAÇÃO
Muitos dos projetos do segundo mandato já estão em andamento. É o caso da construção da nova EMEI no bairro Centenário, que deve ser concluída em 2018, ano em que também devem sair do papel os projetos de novas escolas, como uma nova EMEI no bairro São Luiz que suprirá a demanda da UEI Dr. Décio. “Também estamos trabalhando na busca de mais vagas para a Educação Infantil, seja através e convênios com outras escolas, na otimização dos espaços nas escolas. Estamos hoje respeitando todas as exigências e prazos do Plano Nacional de Educação, mas é cada vez maior a procura por vagas no ensino público. Nos orgulhamos de oferecer um ensino de qualidade na nossa Rede Municipal. Fornecemos uniformes gratuitos, uma ótima merenda escolar, auxiliamos famílias carentes na aquisição de material escolar, investimos na Educação Especial com cada vez mais projetos de inclusão, oferecemos projetos esportivos e artísticos no contraturno, enfim, a Rede Municipal de Ensino de Sapiranga é exemplar no Vale do Sinos, e isso também se deve ao trabalhos dos nossos professores”, destaca Corinha.

SAÚDE
Após a inauguração da UPA em 2016, Sapiranga buscou neste ano novos recursos para investimento na unidade que atende mais de 400 pacientes por dia. Um dos passos importantes foi a qualificação da UPA, que possibilitou um repasse maior de verbas. A verba federal está chegando, diferentemente da parte estadual (assim como praticamente todos recursos na área de saúde). “O Município segue ficando com a maior porção dos custos da UPA, mas é importante toda a articulação que tivemos em Brasília para mostrar que a cidade tem seriedade na área de Saúde e que investe na UPA por acreditar que este espaço concretizado na nossa Administração é importante para a comunidade.” A ampliação e reforma da UBS João Goulart, que teve problemas com atraso de repasses e de vandalismo, também é uma obra que deve avançar agora em 2018. Além disso, Sapiranga teve neste ano de 2017 a criação de novos sistemas de atendimento como o especializado para idosos, contratação de profissionais em diversas áreas e cursos de capacitação mensais. Outra conquista foi a implantação do programa de castração animal no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que vem possibilitando um trabalho de adoção mais ágil.

ECONOMIA
O ano começou com um corte nos gastos, em um trabalho de reorganização de secretarias municipais, que gerou uma economia de mais de R$ 2 milhões na administração. Só que gestão não significa apenas cortar, mas também investir para colher frutos logo a seguir. “Desde o início da crise econômica nacional, em 2014, nossa Administração projetava o que seria necessário fazer no sentido de se buscar a retomada do crescimento. Apostamos no auxílio a empresas em feiras calçadistas, no apoio à implantação de novos empreendimentos e ampliação de já existentes, investimos em infraestrutura viária para oferecer áreas atraentes à instalação de negócios, enfim, a crise não nos impediu de planejar o futuro. O resultado é que Sapiranga, mesmo em meio a um cenário ainda tímido de recuperação econômica, conseguiu se destacar na geração de empregos neste ano. Ainda não foi um resultado gigantesco, mas ficou bem acima da maioria dos municípios gaúchos, sendo destaque na região metropolitana, segundo dados do Ministério do Trabalho.”


AMVRS
Desde janeiro, quando assumiu a presidência da Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (AMVRS), a prefeita Corinha Molling buscou viabilizar projetos em benefício da região, trabalhando na união dos municípios para avançar em questões como segurança, por exemplo. O grande passo foi o projeto de cercamento eletrônico, que após tantos anos teve viabilizada a verba para a implantação inicial em seis municípios (entre eles, Sapiranga). “Apresentamos ao Estado um projeto em tempo recorde no primeiro semestre, fruto da mobilização de prefeitos de diferentes partidos para garantir os recursos oriundos de emendas parlamentares em Brasília. Esperávamos que a implantação já estivesse em uma etapa mais avançada, mas vamos cobrar do governo para que em 2018 este importante projeto da área de segurança saia do papel”, destacou Corinha, que neste final de ano passa a presidência para a prefeita de Dois Irmãos, Tânia da Silva, seguindo na equipe diretiva da entidade na área de Tesouraria.

PROJEÇÃO
“O ano de 2017 foi de avanços e de construção da certeza que estamos no caminho certo da retomada do desenvolvimento, projetando uma Sapiranga melhor para todos que realmente estão engajados no objetivo de ver a cidade crescer sem ranços”, destaca Corinha, projetando um 2018 de consolidação de novos projetos. “Estamos com novas obras planejadas e também queremos avançar, além nas sempre essenciais áreas de Saúde e Educação, em questões como turismo (apostando neste potencial para atrair novos investimentos), habitação e transporte público. Ainda estamos em processo de recuperação da economia no País, mas Sapiranga está um passo a frente porque se preparou para este momento com responsabilidade, transparência e gestão”.

 

Fonte: Prefeitura de Sapiranga

Foto: Arquivo/JR

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse