Geral Posts em destaque

PRE tem proposta para reduzir acidentes no viaduto do Santa Fé

SENAC Novo Hamburgo

SENAC Novo Hamburgo

  •   
  •  

Sapiranga – Motoristas de Sapiranga e região que costumam utilizar o viaduto localizado no bairro Santa Fé para acessar a cidade sabem que acidentes são comuns no local, principalmente com danos materiais. Tendo em vista essa questão, o Comandante do Pelotão Rodoviário de Sapiranga, Dalvo Tadeu Silva da Rocha, apresentou de forma extraoficial para a Setor de Trânsito e para o vereador Valmir Pegoraro (Baxo) uma possível solução para diminuir os acidentes.

Conforme o Comandante, uma forma que facilitaria o trânsito seria utilizar o viaduto apenas para acesso à direita e esquerda. Ou seja, quem trafega pela lateral da RS-239 sentido Campo Bom-Araricá poderia somente converter para esquerda (acessando o bairro Centenário e Centro) ou à direita (acessando o bairro Santa Fé). Para quem vem pela lateral sentido Araricá-Campo Bom poderia somente acessar o Centro e Centenário convertendo à direita ou acessar o bairro Santa Fé entrando à esquerda.


Guilherme Pilger

Com a mudança, motoristas não iriam mais precisar cruzar uns pelos outros, ficando semelhante ao trânsito no viaduto que dá acesso ao bairro São Luiz, porém sem a via de acesso livre. Com isso a Rua São Miguel passaria ter sentido único Santa Fé-Centro e a Rua Alberto Bins sentido único Centro-Santa Fé a partir da Rua Ernesto da Fontoura (última quadra).

Investimentos seriam apenas em sinalização vertical e horizontal

“O único investimento seria em sinalização com placas e pintura da via e colocação de alguns tachões para evitar manobras indevidas”, frisou o Comandante. Conforme Rocha, a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) já foi comunicada e não se manifestou contrária.

Não há previsão para mudança

Segundo Sidnei Soares, responsável pela Guarda de Trânsito de Sapiranga, ainda não ocorreu nenhuma solicitação ou estudo oficial para mudança. “Como é uma área do DAER, podemos apenas fazer algumas sugestões, até mesmo o Comandante chegou a comentar que a Polícia Rodoviária estava aberta para mudanças no local, mas o encaminhamento deve ser feito ao DAER”, salientou. Soares ainda comentou que no momento que houve a sugestão da PRE, a mesma foi repassada à Secretaria, mas com a mudança de secretários não foi dado prosseguimento ao assunto.

A fiscalização na área do viaduto é de responsabilidade da Polícia Rodoviária. O Comandante Rocha salientou que a mudança proporcionaria maior segurança a todos, uma vez que muitos motoristas cometem uma infração de trânsito, ao ultrapassar nas interseções. Conforme o artigo 202 do Código de Trânsito Brasileiro “Ultrapassar outro veículo: I – pelo acostamento; II – em interseções e passagens de nível” gera multa gravíssima com penalidade de multa multiplicada por cinco – valor acima de R$ 1 mil.

Texto e fotografia: Bruna Bertoldi

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse