Geral Posts em destaque

O hino municipal aos olhos de seu autor


  •   
  •  

Sapiranga – O Hino sapiranguense foi instituído por lei como símbolo oficial em 1998, mas ele foi criado em 1997. O compositor da letra e música é Elzo Juarez de Souza.

Juarez, como gosta de ser chamado, contou que em 1997 foi lançado um concurso para a escolha do hino da cidade. Na época, o edital do concurso solicitou que os participantes trouxessem o passado, presente e futuro na composição.



Juarez, já habituado a escrever letras de músicas, decidiu participar. Ele revelou que demorou três semanas para escrever o hino.

Na ocasião, Souza concorreu com outros 33 participantes. Apesar da letra ser bem rebuscada, com termos que não são comuns no cotidiano da maioria das pessoas, ele buscou expor a poesia e as paisagens.

O autor do hino destacou que se ele escrevesse a letra do hino hoje, usaria termos mais comuns. Mas ele lembra também que uma das características dos hinos são estes termos mais refinados. “O hino nacional tem palavras que mesmo você procurando no dicionário é difícil de entender totalmente o que significa o verbete”, lembrou.


O gosto pela música

Juarez foi acostumado desde pequeno com o meio musical. Seu pai tocava chorinho e ele aprendeu a tocar violão, mas sua paixão sempre foi escrever letras de músicas. Ele não gosta de rotular as suas letras em estilos específicos. Apesar da paixão, a única canção que ele expôs para ser gravada foi o hino sapiranguense.

O escritor revelou que o seu maior sonho seria ter o hino da cidade tocado por uma grande orquestra, como a Ospa, que temos no Rio Grande do Sul.

Juarez realçou que para ele alguns estilos musicais devem ser como um roteiro de filme. “Ao meu ver uma música tem que ser um roteiro para um filme e o mais didática possível”, destacou. Para ele, durante a execução do hino devemos sempre pensar e imaginar o que está descrito na letra. “O bom é que se veja o que está escrito ali”, salienta.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse