Geral Posts em destaque

Famílias vulneráveis têm opções em Nova Hartz

SENAC Novo Hamburgo

SENAC Novo Hamburgo

  •   
  •  

Nova Hartz – A Secretaria de Desenvolvimento Social vem se destacando pelo trabalho desenvolvido em Nova Hartz, liderado pela Secretária, Mara Wagner, e pela assistente social e diretora da pasta, Francieli do Prado. São diversas ações, voltadas para variados públicos, com o objetivo de fazer com que cada uma das pessoas, membros de famílias inscritas na pasta e que se encontram em situação de vulnerabilidade social, se desenvolva, aprenda e se motive a querer mudar a própria história. São atendidas desde crianças menores de 5 anos até idosos.

Dentro da Secretaria existe o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) onde são desenvolvidos cursos mensais voltados para mulheres beneficiadas pelo bolsa família, objetivando a não dependência do auxílio por muito tempo. “Queremos que elas procurem por outras alternativas de renda, não ficar dependendo do benefício”, destaca Francieli. Mesmo com a pouca adesão, a secretária salienta que o trabalho é de formiguinha e que não pode desistir. “É muito lento. Mas a gente faz de tudo para tentar encaminhar elas. Me surpreendi essa semana, que no curso teve oito mulheres. Aí a gente fica feliz”, pondera a primeira dama da cidade.


Guilherme Pilger

Trabalho com idosos

Os grupos de idosos atraem um bom número de participantes. Os grupos são divididos por bairros, totalizando cerca de 350 pessoas. “Grupo de idosos é bem bacana. Eles se divertem com tudo”, comemora Mara. Em segunda-feira, as atividades ocorrem nos bairros Campo Pinheiro, das 14h às 15h, e Campo Vicente, das 15h30 às 16h30. Na terça-feira a terceira idade se reúne no bairro Vila Nova, das 14h às 15h e no Centro das 16h às 17h. Nas quartas-feiras é no bairro Imigrante/Progresso das 14h às 15h. Às quintas-feiras no Campo Vicente das 14h às 15h e no Centro das 16h às 17h. E toda sexta-feira, no bairro Vila Nova das 14h às 15h e no Vicente Mello das 15h30 às 16h30.

Crianças representam o futuro

Um dos programas que vem resultando em maior adesão são as atividades desenvolvidas todos os dias da semana no contra-turno escolar, com cerca de 100 crianças e adolescentes, de 5 a 16 anos. São oficinas como dança, teatro, taekwondo, desenho e outras. “É um público bem bacana. A gente tem que começar pelos pequenos para mudar a mentalidade, para termos um amanhã melhor, pensar num futuro melhor”, pontua a secretária, que revela os planos para o futuro, de criar oficinas de informática para preparar esses adolescentes para o mercado de trabalho. “A gente procura ofertar coisas que façam eles quererem participar. Focar no jovem e fazer com que ele busque outras perspectivas de vida. Eles são o nosso futuro”, ressalta Francieli.

Sobre a motivação para se envolver, a secretária deixou uma mensagem inspiradora. “A gente quer ver essa diferença, as pessoas mudando, melhorando. É uma alegria imensa quando se consegue ajudar uma pessoa. Vamos trabalhar junto e tentar fazer o que a gente acredita, com que a cidade melhore. O objetivo é se doar para a cidade durante esses quatro anos, sem problema nenhum”, declarou Mara.

Texto: Sabrina Strack           Fotografia: Prefeitura de Nova Hartz

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse