Geral

Falta de placas com os nomes das ruas dificulta localização na região


  •   
  •  

Região – Um problema constante nos municípios, e já noticiado pelo Repercussão em dezembro de 2017, é a falta de placas que indicam o nome das vias. Em alguns locais não há placas, em outros elas foram depredadas ou sofreram com a ação do tempo.

A reportagem do Repercussão constatou alguns pontos em Sapiranga e Campo Bom onde há esse déficit na identificação. Ruas e avenidas importantes dos municípios não têm placas, como: Avenida João Corrêa esquina com a Albert Einstein e Rua Arthur da Costa e Silva esquina Presidente Franklin Delano Roosevelt em Sapiranga. E Av. dos Andradas esquina com a dos Estado e Rua Santa Teresinha esquina com a Tiradentes, em Campo Bom.



Conforme a Secretaria de Obras de Campo Bom, por muitos anos foi deixado de lado a instalação de placas. Há alguns anos, foram feitas uma espécie de etiquetas para colocar nos postes, mas o material era muito frágil e não resistiu. A intenção agora é recolocar as placas em todas as esquinas da cidade.

Já o Departamento de Trânsito de Sapiranga informou que há algum tempo tinha um contrato com uma empresa que explorava este serviço. Porém, o serviço não estava sendo feito e ficou acertado, com a Secretaria, que a colocação seria realizada pelo próprio setor, conforme disponibilidade no orçamento.

Vandalismo é constante

Um dos maiores problemas são os atos de vandalismo e depredação, como aconteceu no último final de semana na Estrada São Jacó, em Sapiranga. Na ocasião, mais de 25 placas de sinalização de trânsito foram arrancadas das margens da via. Outro problema que também é recorrente são as pichações.


Projetos para colocação de placas

Sapiranga tem, desde o ano passado, o projeto de colocação de 100 placas anuais. Em 2017, diversas ruas do bairro São Jacó que tinham solicitação foram contempladas. Para esse ano, já estão prontas outras 80 placas que serão instaladas no bairro Santa Fé. O Departamento solicita que a comunidade faça a solicitação de colocação das placas no protocolo da Prefeitura ou diretamente na Secretaria, pois como estão sendo atendidas as demandas por bairros, essas serão priorizadas.

Em Campo Bom, há um projeto, mas a licitação realizada no início deste mês foi deserta – nenhuma empresa se candidatou para realizar os trabalhos. Assim que ocorrer uma nova licitação e houver empresa para realizar os serviços, as placas serão recolocadas. Todas as ruas deverão ser contempladas.

Texto e fotografias: Bruna Bertoldi

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse