Geral Posts em destaque

Carnaval de Sapiranga pode não acontecer novamente


  •   
  •  

Sapiranga – Faltando pouco mais de um mês para o carnaval, há controvérsias no município sobre a sua realização. Em 2017, o desfile não aconteceu devido à negativa de desfile que a escola Unidos de Sapiranga recebeu por parte da Prefeitura, além da ausência do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) junto ao Corpo de Bombeiros de Sapiranga, o que impossibilitou que o desfile acontecesse.

Para este ano ainda é incerto qual rumo o carnaval tomará. Este ano, a Prefeitura não repassou verbas para o evento. A falta de recursos está entre os motivos. Já a escola busca realizar o desfile na cidade com recursos próprios.



Unidos diz estar preparada para o carnaval

O presidente da Associação Recreativa Cultural e Carnavalesca Unidos de Sapiranga, Valter Pereira, falou à reportagem do Jornal Repercussão que a escola vem trabalhando para que o carnaval ocorra. Conforme Valter, até o momento, a Unidos tem a negativa de recursos da Prefeitura, mas que a escola vem se organizando para que o desfile ocorra com recursos próprios e que possa, até no dia, ter todos os documentos necessários para o desfile. “Já temos o tema e samba prontos. Neste ano o nosso tema é Xô preconceito”, comentou Valter.


Conforme Valter, a Unidos está trabalhando para sensibilizar a sociedade e as autoridades sobre a importância do carnaval. “Mesmo que no Estado essa festa não seja tão propagada, ela auxilia no desenvolvimento social e cultural”, frisa. O presidente comentou que ainda não compreende os motivos da negativa de desfile no ano passado. Para o carnavalesco, um dos principais motivos, que os impulsionam para que o carnaval ocorra em Sapiranga, é proporcionar às famílias um momento de diversão no feriado. “Para as pessoas que ficam na cidade não há alternativas de diversão”, completou.

A prioridade é saúde, educação e emprego, diz Corinha

A prefeita, Corinha Molling, declarou à reportagem do Jornal Repercussão que não haverá repasse de verbas para o carnaval no município. “Devido a contenção de despesas, não haverá carnaval. Já ocorreu diminuição nos gastos em festas do município no ano passado. Para este ano, não há como afirmar que acontecerão todas as festas. Temos que organizar o ano financeiramente e priorizar a saúde, educação e fomentar a geração de empregos no município”, declarou Corinha Molling.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse