Geral Posts em destaque

Campo Bom conta com reforço no policiamento


  •   
  •  

Campo Bom – Desde o dia 2 de janeiro, Campo Bom conta com cinco alunos-soldados da Brigada Militar. É o único município da região (Araricá, Campo Bom, Nova Hartz e Sapiranga) contemplado. Entre as cidades do 32º Batalhão de Polícia Militar, Dois Irmãos recebeu quatro brigadianos em formação e Parobé, seis.

Eles permanecem em Campo Bom até dia 18 de fevereiro, quando termina o estágio, e então retornam para Montenegro, onde concluem, junto com outros 52 soldados, o curso de formação. A formatura é em abril. Após, eles serão distribuídos conforme o número de vagas estabelecidas pelo Comando Geral da BM. De acordo com o Comandante e Major do 32º BPM, João Aílton Iaruchewski, ainda não há previsão de onde serão abertas essas vagas.



Para o Major, os cinco policiais destacados para Campo Bom ajudam a melhorar a sensação de segurança na cidade. “Eles participam do policiamento a pé e motorizado, principalmente no horário da manhã e tarde. Um deles participa da Operação Avante, acompanhando os mais antigos”, explica. Avante é uma operação itinerante, que trabalha por todos os municípios da região do BPM.

Tiago Reimann da Silveira, capitão e comandante da 3ª Cia de Polícia Militar da cidade, também destacou a importância de receber os alunos-soldados. “Para nós é uma grande satisfação recebê-los aqui. A sensação de segurança se propaga mais rápido”, comemora.

Soldados passam por todas as escalas da BM

Os quatro soldados, alocados em duplas, que ficam no policiamento dentro da cidade, vão passar por todas as escalas e as atividades que a Brigada Militar é responsável, assim como segurança de eventos e operações especiais, como barreiras.

Sobre a possibilidade dos soldados retornarem, ao final do curso, o Capitão explicou que a decisão ocorre após a formatura. “Lógico que a gente gostaria que eles ficassem aqui, mas a gente sabe que tudo depende do número de vagas abertas em cada cidade. E posso garantir que todos os municípios vão relatar necessidade”, ressalta Reimann.

Soldados colocam em prática o que aprenderam


Dois dos brigadianos em formação conversaram com a reportagem do Jornal Repercussão. Tiago Pinto Torres, natural de Santana do Livramento, e Elton John Muller da Silva, de Arroio do Tigre, destacaram a importância de poder aplicar a teoria. “Para mim está sendo excelente esse estágio, a gente pega a prática do policiamento ostensivo mesmo, que é o que a gente vai enfrentar no resto da carreira”, pontua Torres. Da Silva também reconhece ser indispensável esse treinamento. “Fazer na teoria uma abordagem é uma coisa, aqui na rua é bem diferente. Esse período é muito importante”, ressalta. Ambos ainda salientaram o bom acolhimento da comunidade. “A gente está na rua e volta e meia alguém pára para conversar, agradecer, são bem receptivos”, conta Tiago.

Trabalho reconhecido

“São cinco soldados a mais para atuar em Campo Bom, sendo que um deles atua na Operação Avante. Os demais iniciaram no policiamento a pé. Com certeza aumenta a perspectiva de segurança.”

João Aílton Iaruchewskki, Major do 32º BPM

“A comunidade não estava mais acostumada a ver o policiamento a pé. Então as pessoas vem conversar, ligam para agradecer. E aqui em Campo Bom, a comunidade é muito receptiva, bom para trabalhar.”

Tiago Reimann da Silveira, Capitão da PM de Campo Bom

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse