Geral

Acesso digital da CNH já caiu no gosto de mais de 10 mil condutores gaúchos


  •   
  •  

Em dezembro de 2017, foi disponibilizado no Rio Grande do Sul a Carteira de Habilitação Digital, também conhecida como CNH-e. O Estado foi um dos seis primeiros a aderir ao sistema.

Hoje tem 10.070 motoristas utilizando a CNH-e em todo o Estado. Destes, 45 em Campo Bom, 3 em Nova Hartz, 41 em Sapiranga e nenhum em Araricá. O documento na versão digital tem o mesmo valor que na versão impressa e fica a critério do usuário a sua utilização.



A versão digital é acessada pelo QR Code (código escaneável em aparelhos eletrônicos), que está impresso em todas as carteiras de motorista emitidas a partir de maio de 2017. Para aqueles que não possuem a CNH com o código podem esperar a próxima renovação da carteira ou pedir a segunda via nos Centro de Formação de Condutores (CFC).

É importante salientar que antes de baixar o aplicativo é necessário cadastrar um número de telefone e endereço de e-mail na base de dados do Denatran. Isso pode ser feito de duas maneiras: indo até um CFC e fazendo a atualização dos dados; ou fazer um cadastro no Portal de Serviços do Denatran. Ainda, para quem possui certificação digital, comunicar todos os dados diretamente no Portal do Denatran.


Condutor deve estar atento ao seu telefone

A CNH-e é acessível offline, mas o condutor deve estar atento a bateria do seu telefone e ao correto funcionamento do mesmo, pois caso o aparelho não funcionar e o motorista não tiver o documento impresso será considerado como se o condutor não estivesse portando o documento.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse