Dia a dia Esporte

Pilotos de Sapiranga vencem 1ª etapa de clubes do Brasileiro de Parapente



  •   
  •  

Sapiranga – Ocorreu na última semana, de 21 a 28 de julho, a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Parapente, em Formosa, Goiás, envolvendo mais de 100 pilotos. Dentre todos, a equipe com três sapiranguenses e dois leopoldenses manteve o ranking de Primeiro Lugar na Categoria Clubes, com destaque para a competência e qualidade dos atletas do Vale dos Sinos. Os pilotos Luciano Horn, Jarbas Batista de Mello e Lucilei Dal Pozzo (Sapiranga) e Alfio Vehni Junior e Angelo Santos (São Leopoldo) representaram a Associação Gaúcha de Voo Livre (AGVL), cuja sede é em Sapiranga. ‘’Estou muito feliz com a conquista dos pilotos na categoria de clubes, modalidade parapente. O título é a prova de que o trabalho está sendo bem executado, principalmente na formação de novos pilotos’’, destacou o diretor esportivo, Flávio Pinheiro.
No sexto dia de provas, os pilotos completaram o maior percurso da competição, 106 quilômetros até a chegada na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. ‘’Foi um campeonato bem disputado, principalmente pelo alto nível técnico dos pilotos. O ótimo desempenho da equipe mantém Sapiranga em evidência no cenário nacional, além de contribuir para o engrandecimento das competições de voo livre, realizadas no Morro Ferrabraz, em Sapiranga’’, disse o piloto Luciano Horn.

Parapente é uma modalidade de voo livre bastante praticada pelos pilotos de Sapiranga

Guilherme Pilger


O Parapente é uma modalidade de voo livre também praticada em Sapiranga e nacionalmente conhecida pela condição dos ventos que as rampas instaladas no topo do Morro Ferrabraz proporcionam, fazendo da cidade um dos principais locais para a prática do voo livre no Estado e no País. O Morro Ferrabraz possui duas rampas de voo livre, uma maior de quadrante sudeste e outra menor, de quadrante sudoeste. Ambas são próprias para decolagem de asa delta e parapente.

Segunda etapa será em igrejinha

Luciano Horn, um dos pilotos que venceu a primeira etapa, na categoria Clubes, em Goiás, e também o atual presidente da AGVL, conversou com o Repercussão e explicou que a segunda e última etapa do Campeonato ocorre de 2 a 8 de dezembro, em Igrejinha. “Apenas vencemos a primeira. São duas etapas por ano, de sete dias cada. A segunda etapa será em Igrejinha. O título que mais vale é o individual, o de clubes é interessante para promoção de sítios de voo/cidade”, explicou Horn. Em depoimento postado na rede social da Associação, Luciano falou sobre o sexto dia de provas, em que percorreram os 106km. “A diferença do dia foi a direção do vento, um pouco mais Nordeste e o céu azul, sem nuvens. Isso não impediu que na hora da largada todos os pilotos saíssem acelerando 100%. Na tirada final, foi curtir o visual de Brasília juntamente com a chegada do eclipse” relatou.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 170
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse