Esporte

Irmãos Schüler se destacam novamente em competição mundial


  •   
  •  

Sapiranga – Na última semana, os irmãos sapiranguenses, Júlia e Thales Lauffer Schüler estiveram participando do Campeonato Mundial de BMX (Bicicross). A competição ocorreu de 5 a 9 de junho em Baku, no Azerbaijão, país da Ásia.

Thales competiu na quarta-feira (6), na categoria Boys 12 anos, e alcançou o pódio ficando em terceiro lugar. Júlia correu na quinta-feira (7), na categoria Girls 15 anos, e ficou como semifinalista. Em cada categoria aconteceram três classificatórias.



Ao todo foram 20 atletas brasileiros competindo em diferentes categorias, sendo que destes, três eram do Rio Grande do Sul – os irmãos e outro de São Leopoldo. A grande maioria dos competidores era da Europa. “No ano passado a competição foi nos Estados Unidos, tinha muitos concorrentes, mas com um nível mais baixo. Neste ano percebemos menos atletas, a grande maioria da Europa, mas o nível era muito maior”, comentou Júlia. Em 2017, foram em torno de 280 atletas, neste ano eram pouco mais de 70. A família ainda destacou que quem foi para Baku era competidor de alto nível, sendo que um dos motivos foi o alto custo da viagem. O investimento ficou na casa dos R$ 40 mil.

Além disso, Julia ressaltou a qualidade dos brasileiros no Mundial. “Os brasileiros foram muito bem nas provas, tanto que o país ficou em 5º lugar na classificação geral e até então o Brasil nunca tinha entrado para o ranking”, valorizou. Somente até o terceiro lugar soma no quadro de medalhas.

Eles avaliam o campeonato

Para Thales e Júlia, o campeonato pode ser decidido em um instante, muitas vezes qualquer pequeno erro pode contar na classificatória final. “Eu acredito que poderia ter passado para a final. Mas penso que tudo é uma experiência. Agora, só tenho mais o ano que vem para eu correr, aí depois eu passo para as categorias principais e o nível aumenta”, salientou Júlia.

“A minha categoria foi a de maior nível. Na segunda bateria eu ganhei da menina que ganhou o mundial”, lembrou a atleta. Eles ainda explicaram que a competição foi muito agressiva e não teve punições, nem desclassificação. “Acredito que seja algo mais da América, pois no Pan Americano ou no Mundial dos Estados Unidos e da Colômbia havia mais rigor”, comentou Júlia.

Devido a falta de punições, na final Thales teve que largar atrás dos outros concorrentes – 7º lugar -, mas a cada curva ele conseguia buscar uma colocação. “Eu poderia ter ido bem melhor, tinha chance de ficar em primeiro, mas acabei errando demais”, avaliou Thales.


Próximas competições em vista

Os irmãos chegaram ao Brasil na segunda-feira (11), mas já miram as próximas competições. Nos dias 7 e 8 de julho acontece o Campeonato Brasileiro de BMX e de 17 a 22 de julho será o Pan-americano, na Colômbia.

Thales já foi uma vez campeão brasileiro e Júlia três vezes, além de ser duas vezes campeã Pan-americana. Para este ano, a família busca competir mais em países como os Estados Unidos devido ao alto desempenho dos competidores.

Nas categorias que os irmãos competem eles ainda não recebem premiação em dinheiro, somente atletas das categorias Júnior ou Elite têm este tipo de premiação. Para o Pan-americano, os irmãos já têm R$ 5 mil de auxílio da Prefeitura de Sapiranga. Thales e Júlia competem pela Liga Campo bonense de BMX,devido à qualidade da pista do município.

Hoje, os irmãos têm o patrocínio de duas empresas para os quadros das bicicletas e a JF2, que é uma empresa parceira que auxilia os jovens na carreira. Quem quiser patrociná-los pode entrar em contato pelo fone: (51) 999-884-532, com Cassio Schüler.

Texto: Bruna Bertoldi                    Fotografia: Sabrina Strack

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 579
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse