Entretenimento

Vestidos da corte da Festa das Rosas serão apresentados hoje


  •   
  •  

Sapiranga –  Logo mais, às 19 horas, haverá a apresentação oficial dos vestidos da Corte das Rosas 2017 no Centro Municipal de Cultura Lucio Fleck. A rainha Cleidiane da Silva e as princesas Mylena Ravini Lehmann Freitas e Halana Machado dos Santos mostrarão seus novos vestidos ao público, e também apresentarão a programação completa dos cinco dias da mais tradicional e maior festa popular da região, que terá sua abertura oficial no feriado nacional de 15 de novembro, seguindo ininterruptamente até o dia 19. Os vestidos que serão revelados nesta segunda-feira mais uma vez terão a assinatura do estilista Clau Eloi.

A FESTA DAS ROSAS
De 15 a 19 de novembro, o público poderá conferir mais uma edição da Festa das Rosas, a 34.ª do evento desde sua oficialização em 1964, e mais uma vez com ingresso gratuito para todas as grandes atrações do palco nacional instalado no Parque Municipal do Imigrante. Serão oito destaques nacionais em cinco dias, com Michel Teló como um dos principais nomes da programação. Ele trará para a Cidade das Rosas o show Bem Sertanejo para o encerramento da festa, no domingo de 19 de novembro. A abertura será no feriado de 15 de novembro, com Hugo & Tiago e Naiara Azevedo; dia 16 é a vez de Fabinho Vargas, Padre Ezequiel Dal Pozzo e Família Lima; dia 17 tem Sambô; e os Titãs entram em cena no dia 18. O ingresso gratuito é uma parceria da Prefeitura de Sapiranga com o Ministério do Turismo, que desde 2015 tem apoiado a mais tradicional e maior festa popular do Vale do Sinos. A festa tem ainda o apoio da Caixa Econômica Federal e Corsan.



“Certamente teremos mais uma grande festa, sempre oportunizando que todos tenham acesso ao evento com o ingresso gratuito, como já ocorreu nos dois últimos anos. Hoje, Sapiranga atrai mais de 140 mil visitantes para o evento, pois tornamos a Festa das Rosas realmente popular e uma verdadeira atração turística”, destaca a prefeita Corinha Molling.
A festa deste ano terá cinco dias de atrações, sendo promovida de forma ininterrupta, aproveitando o feriado nacional do dia 15. “Trata-se de uma questão econômica aliada à praticidade. Com a realização em dois finais de semana, apesar de se promover a festa em quatro ou cinco dias, o uso do espaço é de oito a nove dias. Com a festa deste ano poderemos economizar na segurança e gastos com estruturas, locações de equipamentos e uso de energia elétrica, por exemplo, seguindo a linha mais austera que adotamos desde o início do ano em nossos eventos. Felizmente o feriado deste ano nos possibilitou montar esta programação mais adequada à atual realidade, sem perder o brilho e o número de dias de festa”, destacou o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Luis Fernando Hanauer.

UMA FESTA DIVERSIFICADA
Além das oito grandes atrações que estarão no palco principal da Arena Ferrabraz, os cinco dias de festa trarão apresentações de grupos locais e regionais. No palco multicultural, localizado no pavilhão central, as bandas de baile comandam a animação antes dos shows principais, mas também tem Miguel Ev. Outra atração são as apresentações de dança e música de grupos escolares, municipais, como Balé Folclórico Origens e a Banda Marcial Municipal. E a Festa das Rosas tem ainda o palco do rock, também conhecido como o Palco Mucker, onde bandas locais mostram seus trabalhos solo e cover em um espaço igualmente tradicional do evento. Para completar, em um espaço mais intimista, tem o palco do Lounge das Rosas, que trará shows acústicos em uma alameda especial na entrada do Parcão.
Além de todos estes atrativos musicais e artísticos, a Festa de Sapiranga traz, ainda, o espaço Multifeira das Rosas, em um pavilhão que remete a uma tradição das primeiras Festas das Rosas, nos anos 1960 e 70, que destacavam a produção local na chamada Exposição Industrial. Nesta área multifeira estarão expostos produtos diversos da região, como calçados, vestuário, cosméticos, bijuterias e artesanato, entre outros produtos, além do oferecimento de serviços como oferta de imóveis e consórcios. Também haverá um espaço verde, com mudas e mostra do Centro Municipal de Estudos Ambientais, e venda de rosas.

A diversão para a criançada também tem vez com dois espaços para escolher e se divertir com a família. Tem brinquedos infláveis com camas elásticas, tobogãs e kid play e o Parque de Diversão com roda gigante, auto shock, tobogã, kamikaze e outras atrações tradicionais e novidades do mundo do entretenimento.
E além de toda esta gama de atrações têm ainda a parte dos comes e bebes, com todos os tipo de comidas e bebidas para agradar todas as idades. São oferecidos desde pratos da comida típica colonial com direito aos bolinhos de batata (declarados patrimônio da cidade de Sapiranga em 2016), restaurante com cardápio diverso e pontos de alimentação com lanches rápidos (pizzas, xis, churrasquinho, espetinho de frutas, etc) espalhados pelo parque.
Também será realizado no domingo de encerramento da Festa das Rosas, por volta das 17 horas, o segundo sorteio da Campanha Nota Fiscal Consciente (o primeiro foi durante a festa de escolha da Corte das Rosas). Os prêmios serão uma bicicleta aro 16/18 marchas, um ar condicionado de 9 mil BTUs e uma moto 150 CC zero quilômetro. Durante a festa haverá uma urna para depósito dos cupons.
A Festa das Rosas também terá Passeio Ciclístico na abertura, dia 15, a partir das 9 horas, e o Enduro das Rosas, no dia 18, com saída do Parque do Imigrante às 7 horas e premiação às 15 horas. Outra atração paralela do evento será a inauguração do Skatepark de Sapiranga, no dia 15, às 14 horas, com entrega das pistas das categorias bowl (espaço coberto de nível internacional) e street, além da quadra poliesportiva junto ao novo complexo de lazer e esportes do Parcão.

UMA HISTÓRIA DE MEIO SÉCULO
A Festa das Rosas é uma marca de Sapiranga e do Vale do Sinos, que consolidou o título de Cidade das Rosas ao Município, em um dos eventos municipais mais antigos e tradicionais do Estado, ganhando, inclusive, selo comemorativo dos Correios em 2014, quando se marcou os 50 anos de criação do evento. O potencial turístico, ampliado nacionalmente pela prática do voo livre no Morro Ferrabraz, é hoje celebrado nesta festa que atrai milhares de visitantes todos os anos. A história da festa foi iniciada há 53 anos (embrionária do concurso dos mais belos jardins e buquês de rosa da cidade e chá dançante promovido pelo Lions Clube), sendo oficializado o evento pela Lei Municipal de 4 de novembro de 1964 para ocorrer entre outubro e novembro. Assim, a partir de 1965, Sapiranga passou a realizar Festa das Rosas, sendo, a cada edição, eleita uma corte (com rainha e princesas) para representar a cidade e divulgar o evento.
Do início mais simples com concursos de jardins e buquês, vieram, com a participação e organização ativa da sociedade, os desfiles, a exposição industrial dos principais produtos do município, apresentação de corais, bandinhas e bandas marciais. Até 1986 a festa ocorreu regularmente, mas aí, por questões econômicas, seguiram-se 11 anos sem o evento. A festividade ganhou um novo status no seu resgate na segunda metade dos anos 1990, quando shows populares foram agregados ao espírito comunitário do evento. Em 1997, resgatando valores comunitários, na gestão do então prefeito Renato Molling, a Festa das Rosas voltou a acontecer, sendo realizada a partir de então no Parque Municipal do Imigrante, apostando na gastronomia, apresentações artísticas, exposição industrial, cultural e esportiva. A partir daí, a festa voltou a receber o tratamento de destaque merecido, crescendo e tornando-se o grande evento da cidade, chegando a reunir, em 2016, o público recorde de sua história com mais de 140 mil visitantes em cinco noites de grandes shows com entrada gratuita, uma conquista da atual Administração, a partir de 2015, na busca de fazer uma festa realmente popular e acessível a todas as classes, com grandes atrações nacionais, como, Fernando & Sorocaba, Marcos & Belutti, Lucas Lucco e Paralamas do Sucesso, entre alguns nomes dos últimos dois anos.

 

AS ATRAÇÕES PRINCIPAIS


15 DE NOVEMBRO
19 horas – HUGO & TIAGO – A dupla formada por um goiano e um paulista que se encontraram no programa (reality show) Fama, da TV Globo, em 2004, já soma mais de uma década de sucessos. No show eles trazem hits como Mil Vidas, Quem É o Caipira Agora, Futuro, Bar do Tião, Ela é Melhor Que Você e Gaguinho, entre outras canções, muitas delas que entraram em trilhas sonoras de novelas da TV Globo, SBT e Record, além de trabalhos com Chitãzinho & Xororó e Cristiano Araújo. Segundo a produção da dupla, são quase duas horas de show com muito agito e energia, com direito a cenário inovador e efeitos para o público se divertir e dançar. A dupla abre a Festa das Rosas no dia 15 de novembro.
21 horas – NAIARA AZEVEDO – Paranaense de nascimento, Naiara de Fatima Azevedo Morais é pós-graduada em Estética e Cosmetologia, mas nascida em uma família cheia de músicos e fã de música sertaneja, em 2011, ela acabou transformando-se em sucesso nacional após lançar um vídeo caseiro no YouTube da música Coitado, em resposta a música que considerava machista de uma dupla chamada Carlos & Jader. Mas foi no ano passado que ela estourou de vez com o hit 50 Reais, do CD Totalmente Diferente. Ela vem a Sapiranga com o show Contraste, que teve DVD gravado em maio deste ano com as participações de Ivete Sangalo, Gusttavo Lima, Wesley Safadão e MC Kevinho. Naiara sobe ao palco para fechar a primeira noite da Festa das Rosas, em 15 de novembro.

16 DE NOVEMBRO
19 horas – FABINHO VARGAS – O leopoldense Fabinho Vargas compôs sua primeira canção aos 9 anos e aos 14 iniciou sua carreira musical. Em 1990 fundou junto com seus irmãos o grupo Tchê Guri, sendo líder da banda por mais de 15 anos e gravando com o grupo 10 CDs (sendo que dois foram discos de ouro e um deles foi indicado ao Grammy Latino) e um DVD, além de um CD solo cantando clássicos da música gaúcha. Por motivos pessoais se afastou da música por dois anos. Em meio a problemas familiares de saúde, Fabinho revela que conheceu a palavra de Deus através do pastor Joel Giesta , e em 2011, lançou o seu CD de louvores intitulado …E Nada me Faltará. Ordenado Evangelista com a esposa, Fabinho Vargas, que é empresário, músico e radialista, dividindo-se entre shows e pregações pelo País afora, abre a programação de fé e família do segundo dia da Festa das Rosas.
20 horas – PADRE EZEQUIEL DAL POZZO – Cantor e compositor gaúcho, nascido na Serra gaúcha, Padre Ezequiel ingressou no seminário aos 17 anos. Foi ordenado em 2007, concluiu a graduação em Filosofia e Teologia e é mestre em Teologia Sistemática. Desde o início de sua carreira musical de evangelização já lançou 6 CDs e um DVD. O primeiro CD, de 2009, é intitulado Deus é Amor. O primeiro DVD, Cuidar da Família, foi lançado em 2011. Em 2015, cruzou ps limites do Estado lançando nacionalmente o CD Quando te Encontrei. No show estão canções como Tocando em Frente, Caminheiro, Rastros na Areia, O Vento, Mate de Esperança, América Latina, entre outras. “Com a música, unida à mensagem, procuro anunciar a Palavra de Deus, que é sempre uma boa notícia para todos”, enfatiza o religioso que percorre o Brasil com uma média de 15 shows mensais, entre palestras, missas e pregações, difundindo a ideia de que Deus é amor e está continuamente presente em nossos dias. Padre Ezequiel também tem agenda internacional. Em outubro estará em Nova York e no início de novembro, pouco antes de vir a Sapiranga, viajará a Boston para missas e shows.
21 horas – FAMÍLIA LIMA – Conhecida nacionalmente pelo seu trabalho musical eclético, a Família Lima, formada em 1994, aqui no vale do Sinos, já soma uma trajetória de sucesso com 9 discos e dois DVDs lançados, com mais de 1 milhão de cópias vendidas. O repertório mistura estilos musicais (do pop ao erudito, do acústico ao eletrônico) com toda a versatilidade do quinteto formado por Lucas Lima, Moisés, Allen, Amon-Rá e o patriarca José Carlos Lima. Com shows nas mais importantes casas de shows do Brasil (inclusive com a participação recente no Rock in Rio em um encontro surpreendente ao lado do Sepultura), o grupo já mostrou seu trabalho em vários países, como Estados Unidos, Áustria, França, Espanha, Alemanha e no Vaticano, onde, em 2000, na Praça São Pedro, durante o Jubileu da Família, os Lima tocaram para um público estimado em 500 mil pessoas e para o então Papa João Paulo II. Na agenda da Família Lima está programada nesta semana a participação no programa Encontros com Fátima Bernardes na sexta-feira, 20 de outubro. Nascido no Vale do Sinos, o grupo promete um grande e animado show no fechamento da segunda noite da Festa das Rosas, que reúne uma programação de fé e família.

17 DE NOVEMBRO
23 horas – SAMBÔ – Formado por Hugo Rafael (voz, violão e guitarra), Zé da Paz (voz e pandeiro), Julio Fejuca (voz e cavaco) e Jacques Monastier (bateria), o grupo Sambô já soma uma década de estrada com a fórmula de transformar, principalmente, clássicos do rock em hits do samba. Formado por artistas de diferentes escolas e estilos musicais, a mistura é componente essencial do Sambô, que surgiu em uma roda de samba e hoje é sucesso nacional, trazendo para os palcos um show leve e descontraído, com o lema: “pediu pra sambar, Sambô!”. No repertório o grupo traz uma coletânea dos cinco trabalhos lançados, principalmente focado no CD/DVD gravado ao vivo em 2016 intitulado exatamente Pediu Pra Sambar, Sambô!, que traz versões de canções como A Estrada (do Cidade Negra), País Tropical (Jorge Ben Jor), Você (Tim Maia), Eu Só Quero Um Xodó (Dominguinhos / Anastácia), Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda (Casinha de Sapê de Hyldon, regravada por Kid Abelha), Adocica e Preta (Beto Barbosa) e Trem das Onze (de Adoniran Barbosa), além de hits internacionais como Take On Me (A-Ha), Hotel California (Eagles), Fantasy (Earth, Wind & Fire) e Wake Me Up (DJ Avicii). O Sambô vai fazer Sapiranga sambar no Parcão na terceira noite de Festa das Rosas.

18 DE NOVEMBRO
23 horas – TITÃS – Com 35 anos de estrada completados neste ano e com 22 CDs e dez DVDs lançados ao longo de quase quatro décadas (além de uma dezena de prêmios e cerca de 8 milhões de cópias vendidas dos seus trabalhos), os Titãs são uma das bandas de referência do rock brasileiro, principalmente nos anos 80 e na virada para os 90, mas sempre se mantendo na ativa e em alta apesar das diversas mudanças ao longo da estrada. Três dos oito Titãs originais ainda empunham a bandeira do grupo paulistano que criou verdadeiros clássicos como Sonífera Ilha, Televisão, Homem Primata, Aa Uu, Polícia, Família, Bichos Escrotos, Flores e Epitáfio, entre outras. Branco Mello, Sergio Britto e Tony Bellotto ganharam o reforço de Beto Lee (o primogênito da mítica Rita Lee e Roberto de Carvalho) na guitarra e Mário Fabre na bateria para esta nova turnê que vai de norte a sul do País e que chega em Sapiranga em uma noite de sábado que promete fazer tremer o Parcão. O grupo promete um show de peso, na linha do último CD Nheengatu, sucesso de crítica que tem seu espaço garantido na #TitãsTour.

19 DE NOVEMBRO
22 horas – MICHEL TELÓ – Consagrado no País como um dos principais artistas do sertanejo, o paranaense (quase mato-grossense com um pé no Rio Grande do Sul) Michel Teló já soma uma trajetória de mais de 20 anos na música, destacando-se inicialmente no Grupo Tradição e, a partir de 2009, com sua carreira solo que lhe rendeu em 2011 o sucesso internacional graças ao hit Ai, Se Eu te Pego, versão de uma música que nasceu como funk e virou forró no Nordeste. Hoje, além de ter assumido a cadeira do programa da Globo The Voice Brasil (já somando duas edições vitoriosas como técnico campeão do programa), o cantor, compositor e multi-instrumentista tem seu trabalho voltado para o show Bem Sertanejo, que começou como um quadro especial exibido no programa Fantástico, da TV Globo, e que acabou virando um projeto maior, com direito a CD, show, livro e até musical. O DVD deste show, que foi lançado recentemente, é a base do show que estará em Sapiranga no encerramento da Festa das Rosas no dia 19 de novembro. Na próxima semana, no dia 23 de outubro, Teló lança nas rádios mais uma música de trabalho, Coisa de Deus, já disponível na Internet. No repertório do show estão clássicos como O Menino da Porteira, Chico Mineiro, Pense em Mim, além de Modão Duído, Caixa Empoeirada, Coraçãozinho Orgulhoso, Fora da Casinha e Promessa Quebrada. Um encerramento em alto astral para a 34.ª edição da Festa das Rosas.

Fonte: Prefeitura de Sapiranga

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse