Dia a dia Trânsito

Zona Azul com novo prazo para voltar a funcionar em Sapiranga


  •   
  •  

Sapiranga – Janeiro de 2019. Esta é a nova previsão de data para que o sistema de estacionamento rotativo de Sapiranga volte a funcionar. A expectativa da Administração é restabelecer a Zona Azul, desativada desde dezembro de 2017, melhorando o fluxo de estacionamento de veículos nas áreas centrais, onde o sistema irá funcionar.

Lançado em 9 de outubro, o novo edital, cujas propostas serão recebidas em 13 de novembro, apresenta poucas alterações em relação ao anterior, lançado em maio, mas suspenso para revisão da planilha tarifária. Este edital, conforme a Prefeitura, assim como o anterior, manteve a possibilidade de implantação de novas tecnologias, como compra do ticket nos comércios ou através de aplicativos.



“Revisamos apenas as planilhas de formação de preços do estacionamento e estudo de ocupação de vagas, conforme os anexos do Edital”, pontua a nota enviada à redação.

O novo edital segue contemplando 372 vagas a mais com inclusão de ruas que antes não faziam parte do sistema, como o trecho da Getúlio Vargas em frente ao Hospital. Serão, no total, 927 vagas.

Organização do serviço da área azul

Com a justificativa de democratizar a utilização das vagas de estacionamento no centro da cidade, o projeto básico, anexo ao edital, define e organiza o serviço. O prazo de vigência do contrato para exploração da zona azul será de 10 anos, a partir da assinatura do contrato. Do total de vagas (927), 5% serão destinadas aos idosos e 2% aos portadores de deficiência.

Serão, no mínimo, 11 monitores da área, responsáveis por orientar e controlar o uso das vagas. O tempo máximo permitido para utilização de uma mesma vaga será de duas horas, com tolerância de 10 minutos para veículos sem bilhete ou com bilhete vencido. Tempo mínimo será de 30 minutos. A exigência do tíquete para estacionamento na área azul ocorrerá de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados das 9h às 13h. A concessionária será responsável pela definição dos pontos de venda.


Licitante que ofertar o maior percentual de repasse ao Município será vencedor

Os proponentes devem cotar as propostas considerando que serão classificadas pela ordem de maior repasse ao Poder Concendente, ou seja, a Prefeitura. Será declarado vencedor quem ofertar o maior percentual de repasse ao município, referente a receita bruta obtida na exploração mensal do estacionamento rotativo, sendo o percentual mínimo de 15% (cerca de R$19.827,00 sobre o faturamento previsto).

valores

Conforme a planilha de cálculo tarifário, anexa ao edital, o valor da tarifa horária será de R$1,90. A estimativa de faturamento mensal é de R$132.185,21. Dentre os investimentos iniciais está a compra, pela concessionária, de 20 parquímetros digitais, no valor de R$20 mil cada.

Localização das vagas


Texto e Fotos: Sabrina Strack

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 361
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse