Dia a dia Política

Victor chega na reta final do mandato e demonstra total satisfação nas metas alcançadas


  •   
  •  

Campo Bom – Com um planejamento traçado desde o princípio de 2018, o presidente da Câmara de Vereadores, Victor de Souza (PC do B) chega em dezembro radiante e esbanjando satisfação. Com muita confiança por ter exercido uma bela administração frente à Casa Legislativa, Victor avalia que um de seus sonhos, também se transformou em desejo e vontade dos demais servidores da Câmara. “Se eu não tivesse conseguido colocar as placas de geração de energia fotovoltaica, deixaria a presidência para lá de frustrado. Mas, saio duplamente satisfeito pela gestão aplicada e por esta ação pioneira nas Câmaras do Brasil”, avalia Victor.

Além de ver a Câmara de Vereadores de Campo Bom se transformar na primeira casa legislativa do Brasil a gerar 100% da sua própria energia, recentemente, Victor foi informado que a Câmara de Vereadores de Campo Bom receberá, nos próximos meses, uma menção pela iniciativa através do Ideal Instituto Para o Desenvolvimento das Energias Alternativas na América Latina.



Outras práticas colocadas em prática durante o mandato de Victor foi a adequação do para-raios existente no prédio e que necessitou ser colocado em rede para não queimar nenhuma das placas fotovoltaicas instaladas no telhado do prédio. “Nesta ação, utilizamos mais R$ 50.000,00”, contextualiza Victor.

Servidores e serviços

Victor explicou ainda que durante o seu mandato procurou ouvir e dar voz aos funcionários e a sua equipe de trabalho. “Licitamos o serviço de LIBRAS, renovamos o serviço de portaria e segurança além de implantar a e-Ouvidoria, através de um servidor concursado e que também atende uma exigência dos órgãos de controle”, pontua.

Presidência de Victor também foi de pluralidade

Voz aos bairros

Durante 2018, as sessões da Câmara foram descentralizadas e promovidas em diferentes locais, regiões e pontos do Município. “Tivemos a sessão no Parque do Trabalhador durante o Rodeio, depois quatro sessões nos bairros, Metzler, Santa Lúcia, Operária e 25 de Julho e mensalmente, abrimos espaço para o uso da Tribuna Popular”, relembra Victor.


Devolução

Victor ainda considera importante o valor devolvido à prefeitura dos recursos não utilizados durante 2018 pela Câmara. “Fui bem assessorado durante o período. Visitamos entidades e nos colocamos à disposição e encaminhamos diversas demandas delas. A devolução de R$ 220.000,00 ao prefeito ainda terá uma elevação no valor, pois possui dados até novembro”, explica.

Trabalho enxuto

Outro aspecto destacado pelo presidente foi a manutenção da enxuta estrutura da Câmara. “Temos 30 funcionários entre assessores e servidores. Temos o dever de manter os gastos sob controle. Os recursos que eu tive acesso, em 2018, são os mesmos que o vereador Max, teve em 2017. Procuramos fazer tudo com muito zelo e carinho”, situa Victor.

Texto e Foto: Deivis Luz

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 34
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse