Dia a dia Entrevistas Posts em destaque

Sergio quer avançar em pontos cruciais em 2016


  •   
  •  

Avaliação | Prefeito de Araricá valoriza início de obras em 2015 e destaca pagamento de débitos com o INSS

Araricá – “O ano de 2015 foi atípico. A parte política não deveria interferir na parte econômica, mas interferiu”. Foi desta forma que o prefeito Sergio Machado iniciou o bate-papo com o Jornal Repercussão e definiu o encerramento de 2015.



Atento em tabelas e gráficos da Secretaria da Fazenda, Sergio revelou como foi enfrentar um ano em que as prefeituras do Vale dos Sinos reunidas acumulam perdas de R$ 38 milhões no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e ICMS. “Recebi na segunda (dia 14) parte de um recurso do Estado relativo ao mês de setembro. Foi um ano de muita dificuldade. Todos os recursos vieram a menos”, comentou o prefeito.

Mesmo diante de um cenário financeiro desfavorável, Sergio Machado valorizou aspectos que considera positivos para a Prefeitura e o funcionalismo. “Pagamos débitos com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), o quinquênio dos funcionários – mais de R$ 150 mil – e pagamos de forma antecipada o 13º salário dos funcionários públicos”, destaca Machado.

Para conseguir cumprir com as obrigações, o prefeito diz ter contado com a compreensão dos secretários. “Foi um esforço mútuo de muita gente. Fizemos uma reunião com o secretariado e apresentamos a realidade. Isso foi um fator determinante. Eles entenderam a dificuldade.Vamos fechar e saldar os nossos compromissos de 2015”, citou.

O horizonte favorável na visão de Sergio Machado está na projeção de aumento na fatia de ICMS para o próximo ano. “Crescemos o índice para 8,2%. Foi o maior crescimento da região. Os empresários daqui estão dando uma resposta e isto é importante”, valoriza Sergio.

Obras sacrificadas em nome do equilíbrio

Em razão das dificuldades que se apresentaram no decorrer do período, Sergio Machado não teve escolha. Precisou atrasar algumas obras devido à falta de recursos financeiros. “Algumas obras com recursos próprios optei em não fazer. Um exemplo é o asfalto projetado na Rua Oriani (rua do Supermercado Lara). A nossa projeção é iniciar esta ação em janeiro se tudo ocorrer dentro do planejado”, projeta o prefeito. Outra ação que o prefeito garantiu que pretende iniciar é a ponte da Rua 2 de Dezembro. “É uma obra fundamental. Não tenho mais desculpa para dar para a comunidade”, disse.


Posto de Saúde e construção de escolas

Um dos aspectos mais valorizados por Sergio durante a entrevista concedida ao Jornal Repercussão foi o andamento de obras na área da educação e da infraestrutura. “Fizemos uma economia e garantimos a contrapartida para obras em três escolas (de quatro, de seis e de oito salas). Nenhuma obra nossa parou. São três escolas e um posto de saúde em construção”, disse o prefeito. Questionado sobre a interrupção das obras de construção da estrutura para o posto de fisioterapia na Rua Serraria Ferrabraz, o prefeito tratou de esclarecer. “O governo não pagou R$ 30 mil de um total de R$ 70 mil desta obra. Cumprimos com a nossa parte. Precisamos aguardar”, informou.

Devolução de recurso de posto de saúde

O ponto mais polêmico da entrevista concedida pelo prefeito à reportagem ficou na área da saúde. “A antiga Administração mudou de local a construção de um Posto de Saúde, e agora, foi imposto à Prefeitura o pagamento de quase R$ 200 mil em 36 parcelas de R$ 5 mil. Isso se deu pela não comunicação da alteração do projeto ao governo federal. Por pouco, o Município não foi parar no Cadin (espécie de SPC das Prefeituras em débito com o governo federal)”, sustenta Sergio.

Abastecimento de água fica para 2016

Questionado sobre o porque do não cumprimento do cronograma nas obras de implantação do sistema de abastecimento de água em Araricá, o prefeito contextualizou. “Tivemos uma última reunião na semana passada. Obtimos sinal positivo de algumas mudanças. O fato é que o projeto inicial não possuía a consistência devida. O bairro Estação, com mais de 250 famílias, sequer foi inserido no projeto. Assim que a Caixa autorizar o reínicio, a empresa voltará ao trabalho”, garantiu.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse