Dia a dia

Secretaria de Obras de Nova Hartz objetiva efetividade e rapidez, com baixo orçamento

SENAC Novo Hamburgo

SENAC Novo Hamburgo

  •   
  •  

Nova Hartz – Celeridade com baixo custo. É dessa forma que Egídio Sauer, titular da Secretaria de Obras de Nova Hartz, vem trabalhando desde o ano passado, quando assumiu a pasta.

Sauer, natural de Santa Rosa, veio para a região como Militar em 1983. Depois de passar por Novo Hamburgo e Sapiranga, se instalou em Nova Hartz. Com mais de 28 anos de experiência de terraplanagem, caminhões e máquinas, assumiu a Secretaria com o objetivo de fazer diferente. “Queria ver uma coisa diferente, uma coisa melhor. Que foi a proposta do governo no palanque. Eu gosto do que eu faço”, salienta.


Guilherme Pilger

Estradas, praças públicas, calçadas, bocas de lobo e iluminação. Tudo em dia, de acordo com Sauer. As estradas, foram consertadas. “Quando eu cheguei as ruas estavam afundadas, agora abaloamos elas, colocamos bastante pedra nas laterais”, explica. A saibreira está liberada e funcionando normalmente. Desde o mês passado a cidade conta com um Calendário de Podas. Iluminação está em dia, assim como as tampas das bocas de lobo, cerca de 350 unidades foram trocadas. As estradas vicinais recebem cuidados periódicos, e o recolhimento de entulhos é frequente, quase que diário.

Calendário de coleta de podas

Todos os dias, a Secretaria coloca na rua duas equipes para recolher galhos e entulhos. São três caminhões e uma máquina. Ainda o trator que tritura galho e folha, resultando em adubo, distribuído entre os colonos. Desde o mês passado foi estabelecido um calendário de coleta de podas, para evitar de as podas serem colocadas todos os dias para a calçada. Assim, na primeira semana do mês, a coleta acontece na Vila Nova, Arroio da Bica e Loteamento Ipê Amarelo. Na segunda semana é no Bairro das Rosas, Centro, Liberdade e Bela Vista. Na terceira, a coleta acontece no Primavera, Cooopheva e Canto Kirsch. E na última semana do mês, no Progresso, Imigrante e Vicente Melo. “Objetivo é procurar manter a cidade limpa e organizada”, salienta o secretário.

Mais com menos

“Aqui está se fazendo mais com menos. Felizmente estamos conseguindo”, pontua Sauer. Em número de funcionários, a pasta reduziu em praticamente a metade, de 62 na gestão anterior, hoje são 34 pessoas na equipe. A divisão de tarefas é feita diariamente pelo secretário, que chega cedo, pelas 6h da manhã, e lista as demandas recebidas. “Eu ando bastante pela cidade. Vou vendo o que precisa. Todos os dias eu delego o que tem que ser feito. Estou conseguindo botar em dia”, declara o secretário. Hoje, a pasta conta com mecânico e lavador próprio, evitando o custo anterior, de até R$15 mil mensais com manutenção, lavagem e lubrificação. “Deu um probleminha, a gente conserta aqui mesmo. Não se perde tempo. Eu acho que não precisamos trabalhar politicamente, mas trabalhar correto”, declara.

Texto e fotografia: Sabrina Strack

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 165
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse