Dia a dia Posts em destaque

Primeiro aviário de Sapiranga irá entregar 180 mil frangos por ano


  •   
  •  

Sapiranga – O primeiro aviário de Sapiranga deve iniciar os trabalhos em maio de 2019. Em fase de terraplanagem, o empreendimento, sob o comando da família Stelzer e que conta com o apoio da prefeitura, será construído no Morro Ferrabraz, na localidade de Picada Schneider. O aviário terá 1.920m² e produzirá, anualmente, seis lotes de cerca de 30 mil frangos cada, totalizando 180 mil frangos por ano. Todo o processo de criação das aves será gerenciado pela Nutrifrango, empresa parceira com a qual a família fechou um contrato de integração.

Assim que concluída a fase de terraplanagem, será iniciado com a medição para construção efetiva do prédio. A prefeita, Corinha Molling, destaca a seriedade da Administração com as pessoas que querem empreender na cidade.



“Para quem quer empreender em Sapiranga, nós fazemos o possível, assim como fizemos para possibilitar a construção deste aviário colocando rede trifásica nesta região. Valorizamos quem é de fora e vem para a cidade, mas em primeiro lugar as pessoas que queiram empreender e que já são daqui”, pontua Corinha.

 

“Estamos batalhando nesse projeto há dois anos. Agradeço muito a prefeitura. A questão da rede trifásica de luz, se fosse pagar do bolso, seria um valor muito alto”, destaca Evandro Stelzer, proprietário.

Projeto familiar para manter os jovens no campo com possibilidade de crescimento

Evandro salienta que a oportunidade de abrir o aviário foi bem recebida na família, por ser uma forma de manter os jovens no campo, envolvidos com o negócio, que ainda pode crescer, pois há espaço para mais três galpões.

Diversificação da economia

O secretário de Agricultura, Valdes Cavalheiro de Araújo, pontua que o aviário traz diversificação de produção e renda para o município.


“Recebo isso com muita alegria, pois é fruto de um trabalho conjunto nos últimos anos. Administração municipal, EMATER, COMDER, Sindicato Rural e os agricultores familiares. Saímos de uma realidade de produção e renda que era basicamente a acácia negra para nos tornar produtores de mel, peixes, hortaliças, frutas, graças às políticas de incentivo da atual administração. E a chegada do primeiro aviário em nosso município nos leva a acreditar que estamos no caminho certo”, destaca Araújo.

 

 

Para o secretário de Obras Públicas, Eduardo Freese é preciso valorizar o trabalho no campo.

“Precisamos valorizar estas pessoas que querem empreender no campo”, pontua.

Foto: PMS

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse