Dia a dia Posts em destaque

Prefeituras da região têm ações pela preservação do meio ambiente


  •   
  •  

Agendas | Há projetos de castração móvel e destinação de resíduos

Região – As atividades da Semana do Meio Ambiente podem até já terem terminado nos municípios da região, porém a temática continua sendo assunto relevante e levado a sério em Araricá, Campo Bom, Nova Hartz e Sapiranga.



Para a Secretaria de Habitação e Meio Ambiente de Nova Hartz, o maior desafio é mudar o comportamento das pessoas em relação ao meio ambiente – segundo a pasta, a forma como o ambiente é tratado é cultural, portanto mudar hábitos como não separar o lixo, praticar despejo de esgoto doméstico em curso d’água, desperdício de recursos naturais e podas drásticas é uma tarefa muito difícil. De 2015 para cá, a Secretaria aplicou duas multas no município, dado que a Secretaria Municipal tem por procedimento padrão a aplicação de notificações, nas quais solicitam que o infrator repare o dano causado, como por exemplo, realizando o plantio de novas mudas, em casos de supressão de plantas.

Castração móvel é o novo projeto de Campo Bom

Uma das comemorações de José Orth, secretário do Meio Ambiente de Campo Bom, diz respeito ao descarte de lixo no município. “Entendo que há na maioria das cidades, muito descarte irregular de lixo, mas tenho a convicção de que o município que menos tem problemas com essa questão é Campo Bom. O trabalho de conscientização é perpétuo, precisa sempre ser reforçado, mas acredito que já temos resultados muito bons”, considera.


O novo projeto da Secretaria diz respeito à castração de animais. “Nossa maior dificuldade são as fêmeas errantes, essa questão da proliferação de animais de ruas. Por isso, estamos com um projeto de castração móvel: ele está em processo de licitação, já temos o ônibus e nele será implantada a sala de cirurgia. Dependemos desses trâmites do processo licitatório, porém creio que em cerca de 90 dias, o projeto estará ativo. É uma questão para a qual só iremos ter um efeito mais prático no segundo semestre de 2017, quando deve haver uma diminuição nas estatísticas”, comenta o secretário.

Crédito da foto: Divulgação

Quer ler o restante desta notícia? Assine a edição impressa do Jornal Repercussão. Ligue para: (51) 3064-2664

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse