Dia a dia

Prefeitura de Sapiranga orienta os moradores para evitar superlotação na UPA 24 horas


  •   
  •  

Sapiranga – Você sabe qual serviço do SUS (UBS ou UPA) buscar quando a dor aperta? A maioria dos pacientes acaba buscando a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). E o reflexo disso, atualmente, é o principal motivo da superlotação na UPA de Sapiranga. O maior tempo de espera tem sido para os pacientes classificados como verdes (pouco urgente) e azul (não urgente), os quais representam em torno de 70% dos casos que lá são atendidos.

A secretária municipal de Saúde, Janete Hess, salienta que a equipe médica é maior que o preconizado pelo Ministério da Saúde, ou seja, contam com três clínicos e dois pediatras no turno das 7h às 19 horas e das 19h às 7 horas, dois clínicos e um pediatra.



Dedicada a situações de urgências e emergências

Com o frio, aumentou o número de atendimentos e, com este, o número de pacientes que permanecem em observação. Lembrando que pacientes em observação precisam ser acompanhados e avaliados pelo médico seguidamente, ficando assim, os atendimentos menos urgentes no aguardo.

A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza de formulários para sugestões de atendimento, não só para a UPA, como também nas demais unidades de saúde.

A Prefeita Corinha Molling lembra que a UPA de Sapiranga está habilitada e qualificada pelo Ministério da Saúde, com estrutura adequada para o atendimento de urgências e emergências.

Para a enfermeira Jussara Steiger, coordenadora da UPA, “a comunidade acaba buscando a UPA para resolver casos mais simples, como dores sem gravidade, sintomas de resfriados e febres baixas, por exemplo.


A UPA está equipada para atender casos de urgência e emergência, realizar exames laboratoriais e exames de imagem.

O atendimento na Unidade é feito com base na classificação de risco, que é realizado por enfermeiras devidamente capacitadas para isto.

Fique por dentro

Buscando melhorias no atendimento da UPA, a prefeita Corinha realizou uma reunião com a secretária de Saúde, Janete Hess, equipe da UPA e Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores. O objetivo do encontro foi tratar sobre a situação da superlotação que ocorre constantemente na unidade.

Quando procurar a UPA

A UPA é destinada à assistência de pacientes com ou sem risco de vida, cujos agravos necessitam de atendimento imediato. Para consultar, existe a classificação de risco nas cores vermelho (emergência), laranja (muito urgente), amarelo (urgente), verde (pouco urgente), azul (não urgente). Quem recebe uma classificação vermelha, por exemplo, não fica na fila e vai direto para o atendimento, como esclarece a diretora de Saúde, Marta Reichert. “São os casos de pessoas com parada cardiorrespiratória ou inconscientes”.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 560
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse