Dia a dia Posts em destaque

Obras da Corsan e das prefeituras na área de saneamento enfrentam entraves


  •   
  •  

Lentidão | Araricá fala em reiniciar obras em breve. Nova Hartz aguarda recursos. Campo Bom não tem prazo de início pela Corsan

Região – Obras fundamentais na área de abastecimento de água (situação envolvendo Araricá e Nova Hartz) e no futuro tratamento de esgoto (casos de Campo Bom e Sapiranga) seguem caminhos distintos e ainda longe de uma solução.



A situação mais promissora – porém, não menos preocupante – está em Sapiranga. No município, a empresa Sintra, responsável pela implantação de uma rede coletora de esgoto de mais de 28 quilômetros (passando pelos bairros Sete de Setembro e parte do Amaral Ribeiro) revela que falta implantar 300 metros de redes coletoras de esgoto no futuro trecho da Avenida Mauá – próximo da Rua Martin Lutero. Por outro lado, ainda é necessário construir uma Estação de Bombeamento de Esgoto (EBE) no final da Rua Martin Lutero. Porém, o engenheiro da Sintra, Poiame da Fontoura, revela que alterações no projeto executivo da EBE se fizeram necessárias. “Comunicamos a Corsan, mas ainda não obtivemos a aprovação”, revela. As obras em Sapiranga iniciaram em março de 2014 e o prazo de conclusão da obra encerra em dezembro deste ano.

Realidade em Araricá


A Prefeitura de Araricá informou que o projeto de implantação da rede de abastecimento de água apresentava várias incompatibilidades técnicas na rede de adução, na localização dos poços e a área do reservatório. Esses problemas, além de dificultarem o andamento da obra, iriam inviabilizar a manutenção da rede, tornando a obra incapaz de atender à demanda do município. “Vamos retomar a obra nos próximos dias, e com as melhorias feitas nos projetos, acredito que a obra acontecerá de forma mais ágil e atenderá mais famílias, já que conseguimos ampliar a área beneficiada em cerca de 3.500 metros”, destaca Marcela Pires, secretária de Planejamento de Araricá.

Quer ler o restante desta notícia? Assine a edição impressa do Jornal Repercussão. Ligue para: (51) 3064-2664

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse