Dia a dia Posts em destaque

Obra da água em Araricá não avança sem o aval da Caixa


  •   
  •  

Alterações | Prefeitura aguarda liberação da Caixa Econômica sobre as alterações feitas no projeto que ampliou redes

Araricá – A maior obra já feita no município – a construção do sistema de abastecimento de água – aguarda parecer da Caixa Econômica Federal para ser retomada. Orçado em mais de R$ 7.225.000,00 com recursos do governo federal, o projeto beneficiará quase quatro mil moradores, através de uma rede de abastecimento superior a 35 quilômetros e seis poços industriais (todos perfurados).



O principal entrave, conforme a Prefeitura, está na ausência de um parecer favorável da Caixa Econômica sobre as alterações e adequações do projeto, as quais se mostraram necessárias devido a problemas de projeto. “Encontramos a necessidade de realocar poços, redimensionar redes, entre outros ajustes pertinentes”, destaca o secretário de Planejamento da Prefeitura, Luciano Alves da Silva. O secretário afirma que assim que o parecer for emitido pela Caixa, a empreiteira será novamente autorizada a retomar as obras. Até o momento, a empresa Engeporto, de Campo Bom, recebeu R$ 1.614,439,90 pelos serviços prestados.

Vereadores questionam

Preocupados com a demora no retorno da Caixa, os vereadores foram até Novo Hamburgo (onde fica a gerência regional) questionar os diretores do banco das razões para tanta demora. Até um deputado federal foi procurado pelos vereadores.


Contatos diários com a Caixa Federal

O secretário de Planejamento da Prefeitura de Araricá, Luciano Alves da Silva, diz que contatos diários são feitos com o banco, para que as análises das adequações do projeto recebam o parecer favorável. “Realizamos várias reuniões e encontros entre os nossos técnicos e a Caixa para discutir as melhores soluções para o projeto”, destaca Luciano.

Redes concluídas

A construtora Engeporto concluiu a rede de distribuição de água na Avenida José Antônio de Oliveira Neto, nas ruas Júlio Konrath, Jacob Rech, Rodolfo Dreyer, Cristo Redentor, Felipe Diefembach, parte da ERS 239 lado norte, totalizando 1.620 metros. A Prefeitura revela que 84 ligações residenciais foram feitas até o momento e 500 metros da rede de adução – rede que levará a água dos poços para o reservatório – entre a avenida principal e a Rua Camobi foram concluídos.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse