Jed_Comunicação Anúncio Site JR_PoupeCredi_2
Jed_Comunicação Anúncio Site JR_PoupeCredi_1

Estruturação | Medicamentos para a Farmácia Municipal, itens ambulatoriais e materiais odontológicos foram adquiridos

Nova Hartz – Para atender às necessidades dos cidadãos que procuram os serviços públicos na área da saúde, a Prefeitura fez três licitações para repor os estoques da rede de atendimento básico nesta área. Entre os 495 itens adquiridos por licitação estão desde o simples ácido acetilsalicílico (o popular AAS) passando por diferentes tipos de sondas, kits de nebulização e diversos materiais de rotina para uso nos postos de saúde. A compra é para todo o ano de 2017.

O secretário da Saúde, Neri Chicatto, explica que a falta de medicamentos e de itens essenciais para o atendimento dos usuários da rede pública era total. “Nossa primeira compra foi emergencial. Existiam estoques, mas de itens pontuais. Se não fizéssemos a compra, os serviços parariam em janeiro”, pondera.

Dificuldade maior com os medicamentos do Estado

Se por um lado não faltam medicamentos na farmácia básica, por outro, o Município precisa solucionar as deficiências no fornecimento de medicamentos sob responsabilidade do Estado. “Essa é a nossa maior dificuldade. Alguns medicamentos o Estado demora para repassar. Mandam em um mês e depois atrasam. Tanto que a Prefeitura comprou itens/medicamentos que eram para ser repassados pelo Estado. Desta forma, não deixaremos os usuários que dependem de remédios, que deveriam ser fornecidos pelo Estado, na mão. O Município está ajudando a suprir essa necessidade,” comenta.

Quantidade de exames e médicos

Recentemente, ganhou força comentários entre os cidadãos e até vereadores a informação de que os nova-hartsenses enfrentavam restrições no agendamento de exames. “Isso está sendo mal entendido. Sempre o Município concedeu cinco exames mensais, em um total de dez por ano. Gestantes e cidadãos que possuem a necessidade de agendar exames em casos de doenças urgentes ou crônicas, possuem prioridade”, explica o secretário.

Neri Chicatto reitera ainda o aumento de contratações de médicos especialistas em diferentes especialidades. “Contamos com mais especialistas e clínicos. Agora, há pediatra todos os dias, antes, era só três vezes por semana. Contratamos mais ginecologista e psiquiatra. Na Unidade Central, também conseguimos realizar pequenas cirurgias como a retirada de berrugas, unha encravada, entre outros procedimentos. Sem contar que a média de ecografias é superior a 160 mensais”, destaca.

Quer ler o restante desta notícia? Assine a edição impressa do Jornal Repercussão. Ligue para: (51) 3064-2664

anuncio-delicia-728-90
anuncio-delicia-728-90

Identificados os responsáveis por homicídio em ...

Polícia

Reboque se desprende de veículo e atinge três m...

Geral

Horário de visitação no Morro Ferrabraz passa p...

Geral
Delícia Padaria e Confeitaria
Delícia Padaria e Confeitaria

23º Bebê do Ano: Voto Popular através do site do Jornal Repercussão é nesta q...

Entretenimento

Representante dos skatistas elogia pista bowl e Sapiranga prepara para novemb...

Entretenimento

Campo Bom oferecerá palestra gratuita sobre E-C...

Geral

Motorista fica preso às ferragens após capotame...

Geral

Homem é preso após matar mulher a facadas em No...

Polícia
Delícia Padaria e Confeitaria
Delícia Padaria e Confeitaria

Feirão do Brás descumpre ordem judicial em Sapiranga e é lacrado por Prefeitura

Dia a dia

Após pedalada de 487km, sapiranguenses chegam em Itapiranga (SC)

Esporte

anuncio-delicia-728-90
anuncio-delicia-728-90