Dia a dia

Impasse no deslocamento de rede elétrica impede início das obras da passarela na RS-239, em Sapiranga


  •   
  •  

Sapiranga – Existe um ditado que diz: o que está ruim pode piorar ainda mais. E pelo andamento das coisas, vai demorar um bom tempo para que a comunidade perceba o início das obras da passarela no KM-29,5 na RS-239 em frente da Calçados Beira Rio.

Esta semana, o diretor-presidente da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), Nelson Lídio Nunes, revelou que a obra ainda não iniciou, pois é necessário realocar uma rede de alta tensão da RGE Sul e que fica nas ruas laterais da rodovia. “Precisamos retirar essas redes, mas precisamos de autorização. Sem essa realocação, não conseguimos levar a máquina de bate-estaca para o local, pois o maquinário encostaria na rede elétrica, mas estamos providenciando essa questão. Esse é o único entrave para iniciar os trabalhos”, explica Nelson Lídio Nunes.



O presidente reforçou ainda que, normalmente, a RGE Sul possui uma empresa terceirizada para fazer esse tipo de realocação de rede. “Assim, a gente indeniza a empresa de energia elétrica por esta modificação. Tudo está em andamento na RGE Sul. Entramos com um pedido e estão analisando a nossa solicitação”, comentou Lídio Nunes.

EGR detalha etapas de obras em andamento

Passarela da Beira Rio
Ordem de início de execução dada em setembro. Trabalhos se concentram na pré-montagem da estrutura, fora do local definitivo, para causar menor impacto no tráfego. R$ 1 milhão e prazo de 4 meses após o início, com execução pela empresa Trilha Engenharia.

Passarela Vila Irma
Termo de referência para licitação está sendo elaborado
Rua lateral KM 25 ao 26 – projeto já elaborado, licitação sendo preparada, cerca de R$ 2,6 milhões.

Rua lateral km 28
Projeto já elaborado, licitação sendo preparada,– Cerca de R$ 2 milhões


Acesso a Nova Hartz
Estudo em elaboração

Outras intervençõesna rodovia
– Duplicação da RS-020 no Arroio Tucanos – em andamento, total 2,6 km, investimento R$ 10,1 milhões

– Desvio da ERS-239 em Rolante para melhorar a travessia urbana do munípio, em preparação da licitação da obra, cerca de R$ 2,7 milhões

– Duplicação do trecho entre o Arroio Tucanos e a ERS-474 – está em fase de elaboração do projeto.

– Novo retorno no KM-49 da RS-239. R$ 2,3 milhões investido.

Texto e Foto: Deivis Luz

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 80
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse