Dia a dia Saúde

Médicos cubanos se despedem da região, mas vagas já foram preenchidas, diz Governo do RS


  •   
  •  

Região – Após o anúncio, na última quarta-feira, 14, do fim da parceria com Cuba para a contratação de profissionais para o programa Mais Médicos, o Ministério da Saúde publicou na terça-feira, 20, novo edital para o programa, com o objetivo de preencher as vagas até então ocupadas por profissionais cubanos. São 8.517 vagas em 2.824 municípios e 34 distritos indígenas, sendo que a maioria dessas áreas é ocupada, atualmente, por médicos cubanos.

Neste sábado, 24, a Secretaria Estadual de Saúde informou que todas as 630 vagas do Programa destinadas aos municípios do Rio Grande do Sul, já foram preenchidas.



A atuação dos cubanos no Brasil acontecia por meio de uma cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde. As inscrições de médicos que tenham registro no CRM iniciaram na quarta-feira, 21, e seguem até amanhã, dia 25.

Edital prevê as mesmas vagas

Hoje, na região de cobertura do Repercussão, são nove profissionais cubanos atuando nos postos de saúde. Cinco em Sapiranga, um em Araricá e três em Nova Hartz. Conforme o edital, lançado na terça-feira, a mesma quantidade de vagas está prevista para os três municípios.

Campo Bom não possui nenhum médico cubano, e segue sem previsão no novo edital.

Em Sapiranga, município da região com o maior número de profissionais cubanos atuando (5), três dos médicos, conforme a Administração, de qualquer forma, tinham férias previstas para este período e, portanto, já havia sido feito o remanejo da escala para a continuidade do atendimento.

Para cobrir as outras duas vagas, enquanto o processo do edital e chamamento não esteja finalizado, o contrato já existente com a empresa terceirizada está em processo de alteração junto ao setor jurídico da prefeitura. “A comunidade se identificou com os estrangeiros. As últimas notícias acabaram surpreendendo o município, por isso aguardamos uma resposta rápida de Brasília. Acredito que o novo governo possa apresentar sua resposta em breve, pois precisamos de uma solução imediata. O País possui profissionais qualificados para suprir a demanda”, declarou a prefeita, Corinha Molling.

Prazos são curtos para contratações

O Ministro da Sáude, Gilberto Occhi, anunciou ainda que o governo federal estuda uma forma mais ágil para a implantação de um novo Revalida, o exame de revalidação de diplomas médicos expedidos no exterior.


O prazo para que novos médicos assumam os postos é curto, já que os cubanos devem deixar o programa gradualmente até 12 de dezembro. Após o cadastro, os médicos aprovados deverão se apresentar a partir de 3 de dezembro nos municípios escolhidos para homologar a contratação e começar a trabalhar. Um novo edital deve ser lançado em 27 de novembro para preenchimento das vagas que ainda restarem.

Locais de atuação e realidade em Nova Hartz e Araricá

Sapiranga
Três médicos estão na cidade desde dezembro de 2016 e outros dois desde março de 2017. Os profissionais atuam nas Estratégias Saúde da Família (ESF) do município. Um no bairro Oeste, um na São Paulo, dois na João Goulart e um na Morada São Luiz.

Nova Hartz
As três vagas para profisisonais do Mais Médicos em Nova Hartz existem desde o início do programa, em 2013. Dois atuam na ESF do Campo Vicente e um na ESF da Vila Nova. Os médicos seguem trabalhando e nenhum parou até agora. Assim, conforme o secretário de saúde, Neri Chicatto, nenhuma decisão foi tomada. “A princípio esperaremos a decisão do Estado. Se precisar, temos profissionais para fazer o remanejo ou contratações emergenciais até a contratação efetiva”, declarou Chicatto.

Araricá
O médico de Araricá atende na Estratégia Saúde da Família (ESF) desde o início do programa, em 2013. “ Se houvesse o fim do programa traria prejuízos à população, mas há a garantia, por parte do ministério da saúde, de que o programa continua com a participação de médicos brasileiros formados no exterior, médicos brasileiros formados no Brasil e médicos estrangeiros que fazem parte do programa”, declarou o secretário de saúde do município, Ari Schrepp .

Texto: Sabrina Strack

Foto: Reprodução

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 112
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse