Dia a dia Saúde

Escorpião preto encontrado em Campo Bom não é perigoso


  •   
  •  

Campo Bom – Embora seja um animal bastante assustador por carregar a fama de ser muito venenoso, a espécie de escorpião encontrada em Campo Bom não oferece grandes riscos. O biólogo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMA), Jeferson Müller Timm, explica que a aparição do escorpião preto (Bothriurus araguayae) é mais comum na época de verão e, embora tenha uma picada dolorida, esta espécie não é perigosa e não oferece risco de morte. Sua picada é semelhante ao ferrão de uma abelha, causando dor e irritação. Em caso de acidente, deve-se procurar um posto de saúde e se possível levar o animal junto para confirmação da identificação.

O animal habita geralmente terrenos arenosos, espaços e frestas entre muros, entulhos e pedras, tem atividade noturna e alimenta-se de pequenos animais como grilos e aranhas. Para prevenir infestações é importante manter os terrenos limpos, livres de entulhos como restos de obras, telhas, tábuas e afins, acondicionar corretamente o lixo e evitar o seu acúmulo, já que os escorpiões podem ser atraídos pelos insetos que se alimentam dos restos de alimentos.



Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone 3598-8643 ou diretamente na secretaria do meio ambiente.

A Secretaria de Meio Ambiente publicou uma nota técnica com orientações para prevenção de acidentes com escorpião. Confira abaixo:

Como evitar os escorpiões na sua casa:
1 – Mantenha seu terreno livre de entulhos – Armazenar materiais de construção como tijolos, telhas, madeira ou lenha permite a criação de ambientes favoráveis para vida dos escorpiões.

2- Se possível faça a desinfestação do imóvel – Baratas e outros insetos atraem os escorpiões.

3 – Evite usar veneno no pátio ou áreas verdes – Desta forma poderá matar também os predadores naturais e permitir o alojamento de outras espécies mais venenosas de escorpião.

4 – Denuncie e ajude a fiscalizar o acúmulo de lixo em terrenos baldios ou propriedades de acumuladores – Lixo e resíduos de alimentos atraem insetos, oferecem abricó e alimento para os escorpiões.


Principais cuidados:
1 – Manuseie com cuidado entulhos, madeiras tijolos e afins.
2 – Mantenha o gramado baixo e limpo.
3 – Sacuda sapatos, roupas e toalhas de banho antes de usa-los.
4 – Afaste camas e sofás das paredes.

Em caso de acidentes:
Leve a pessoa imediatamente ao posto de saúde, sempre que possível colete o escorpião em um frasco e leve junto. A identificação do animal será importante para determinar o tratamento.

Importante:
A espécie comum em Campo Bom é o escorpião-preto (Bothriurus araguayae) cuja picada é dolorida mas não letal. Espécies mais perigosas como o escorpião-amarelo (Tityus serrulatus) e o escorpião marrom (Tityus bahiensis) ainda não foram encontradas na cidade.

Caso encontre escorpiões em sua casa e queira se certificar da espécie colete-o com cuidado e leve em um pote até a Secretaria do Meio Ambiente ou envie boas fotografias para o e-mail [email protected] para identificação.

Preserve as áreas verdes. Os principais predadores dos escorpiões são os gambás, os sapos, os lagartos e as aves que vivem em áreas arborizadas.

Texto: Comunicação Prefeitura de Campo Bom

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 35
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse