Dia a dia

EGR confirma assinatura de contrato e Sapiranga terá a sua passarela


  •   
  •  

Sapiranga – Finalmente, as obras da primeira passarela, no KM – 29,5, na RS-239, sairão do papel. Após a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) inabilitar três empresas por diferentes motivos, nesta quarta-feira (5), representantes da empresa Trilha Engenharia, de Santa Catarina (quarta colocada no processo licitatório) assinaram o contrato com o diretor-presidente da estatal, Nelson Lidio Nunes.

O movimento põe fim à indefinição que rondava a construção da travessia na rodovia. “Existem os prazos legais, e às vezes, temos um certo descompasso entre a nossa vontade e aquilo que pode ocorrer. O preço ficou abaixo do nosso preço oficial, que era de R$ 1.124.160,39 e a empresa vencedora fará a obra por R$ 1.011.000,00. Cada empresa tem seus custos internos. Tentamos negociar para ver se conseguimos reduzir”, explicou Lidio Nunes, reforçando que o custo da passarela está muito bem ajustado.



Outros detalhes


O diretor-presidente explicou ainda no aspecto dos custos, que no comparativo com as passarelas da BR-116, a travessia que será construída, em Sapiranga, possui um valor duas vezes mais baixo do que a passarela licitada pelo governo federal. “Agora, é só aguardar a publicação do edital de assinatura do contrato no Diário Oficial do Estado, que deverá ser publicado na próxima segunda-feira em razão do feriado. É importante explicar à população que a obra não aparecerá em 24 horas em Sapiranga. Tem uma série de componentes da obra que serão feitos fora do local onde será construída a passarela. O importante é que o contrato está assinado e o prazo de construção é de quatro meses. Destaco aqui ainda o empenho do deputado, João Fischer na articulação desta ação”, ponderou Lidio Nunes.

Texto e Foto: Deivis Luz

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 216
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse