Dia a dia Política Posts em destaque

Contrato perto do fim levanta dúvidas sobre o hospital em Campo Bom


  •   
  •  

Campo Bom – Com a proximidade do fim do contrato entre o Hospital de Caridade São Roque (mantenedor do Hospital Dr. Lauro Reus) e a Prefeitura, crescem as incertezas sobre o futuro do hospital campo-bonense. O maior medo, seja de lideranças ou comunidade, está relacionado a uma eventual perda de serviços oferecidos, ou até mesmo, a interrupção dos atendimentos médicos e especializados.

A Prefeitura, entretanto, trabalha para que o novo gestor – ainda não definido, pois processo de licitação está em andamento -, assuma o Hospital antes do término do contrato vigente.



Esta semana, na Câmara de Vereadores, Sandra Orth (PSDB) e Joceli Fragoso (PTB), usaram a tribuna para alertar sobre a proximidade do término do contrato. “Foi aberta a licitação para um novo administrador gerenciar o Lauro Reus, mas isso é pouco esclarecido. Um dos medos é que a qualidade do serviço caia vertiginosamente. Hoje, recebemos reclamações e por isso nossa preocupação”, disse Joceli, na tribuna.

Sandra Orth foi na mesma linha. “Nosso medo é que em 15 de setembro, a mantenedora dê aviso prévio para 250 funcionários e os 50 médicos do hospital. Não podemos correr o risco de ficar sem gestão”, questiona Sandra.

Secretária é convocada

Diante da atual conjuntura, Sandra e Joceli apresentaram um requerimento – e que foi aprovado por todos os vereadores – solicitando a presença da secretária de Saúde, Suzana Ambros Pereira, em uma próxima oportunidade na Câmara de Vereadores. A Câmara notificou a Prefeitura durante a tarde da terça-feira (4), e agora, aguarda a indicação do dia que Suzana se fará presente. No documento, Sandra e Joceli questionam, entre outros itens, se foram retirados do atual contrato em licitação os serviços de traumatologia, consultas e cirurgias e quanto a Prefeitura repassa, atualmente, para o Hospital.

Suzana (foto) voltará à Câmara para dar explicações. Prefeitura reafirma o compromisso de aperfeiçoar cada vez mais a prestação de serviços oferecida à comunidade no Hospital Lauro Reus e na cidade como um todo. A Prefeitura diz ainda que busca o bem-estar dos cidadãos, ao mesmo tempo que tem o maior cuidado na gestão e aplicação dos recursos públicos e que isso é uma responsabilidade e uma prioridade firmada na atual Administração Municipal.


 

 

Prefeitura se manifesta. Confira

“Um contrato para a gestão de um hospital é um documento complexo, que engloba diversas prestações de serviços de saúde para a comunidade. Por isso, na formulação desse novo edital de gestão do Hospital Lauro Reus, tivemos todo cuidado em adaptar e otimizar os termos de prestação destes serviços, de forma que atendam as reais necessidades do nosso município, dando ênfase aos serviços que nossa comunidade mais necessita. Executamos isso baseados numa avaliação técnica pois, desde o início de nossa gestão, tivemos o cuidado de estudar e constatar as reais necessidades de nossa comunidade em relação a prestação de serviços no hospital. Tendo isso em vista, foram feitos ajustes neste novo edital para aperfeiçoar esses procedimentos e, ao mesmo tempo, otimizar a aplicação de recursos na área da saúde. Sendo assim, incrementamos alguns serviços e redimensionamos outros, sempre analisando a real necessidade da nossa cidade. É bom ressaltarmos que, por conta dos problemas que o contrato firmado na Administração Municipal anterior entre o Município e o atual gestor do hospital trouxeram, em decorrência da forma como os termos foram firmados (inclusive o contrato está sob o olhar do Ministério Público), tivemos todo um cuidado de formular um novo edital que fosse mais claro e transparente, onde estivessem definidos, de forma mais específica e direta, a quantidade de procedimentos e a forma como esses serviços serão prestados e a relação de quanto custará cada um deles para o Município, para não repetir erros cometidos no contrato em vigência. Desde que o edital foi publicado, em 27/07/2018, já tivemos diversas entidades interessadas, sendo que algumas já promoveram a visita técnica e outras estão agendadas para ocorrer nos próximos dias”, diz a nota.

 

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 41
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse