Dia a dia Posts em destaque

Confira vídeos e fotos: Água potável vai pelo ralo há dias em Campo Bom e Sapiranga


  •   
  •  

Região – O desperdício de água potável continua indignando os consumidores e gerando uma série de demandas para os funcionários da Corsan em Campo Bom e Sapiranga. A reportagem flagrou ao menos dois locais onde a água potável corre direto para as canalizações de esgoto em pontos distintos nos municípios.

Na manhã desta sexta-feira (11), na Av. Presidente Vargas, no bairro Bela Vista, em Campo Bom, a reportagem flagrou um vazamento de água na altura do número 685. A água emergia do subsolo e escorria diretamente para uma boca de lobo. Funcionários de uma oficina mecânica relataram, que logo cedo, acionaram a Unidade de Serviço da Corsan sobre o vazamento. Até o início da tarde o conserto ainda não havia ocorrido. O chefe da Unidade de Serviço da Corsan em Campo Bom, Leonardo Piltz, explicou agora a pouco que o serviço entraria na agenda ainda durante a tarde.



Por outro lado, em Sapiranga, um vazamento de água da Corsan na lateral da RS-239 (bem próximo da esquina com a Rua Walt Disney, bairro Oeste) gera desperdício há cerca de três dias. Em contato com o chefe da unidade da Corsan no município, Deoclécio Trampusch, também foi explicado que o conserto seria efetuado durante a tarde desta sexta-feira (11).

Prefeito de Campo Bom busca explicações


O prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi, teve reunião na tarde da quinta-feira, 10, em seu gabinete, com o Diretor de Regulação do Consórcio Pró-Sinos, Tiago Gomes, e demais representantes da entidade, para discutir assuntos relativos a regulação dos serviços de saneamento. esclarecimentos sobre as medidas que estão sendo tomadas pela entidade relativas aos constantes episódios de desabastecimento de água na cidade e na região.

Segundo o Pró-Sinos, o Consórcio entregou a Corsan ofício solicitando relatório sobre casos de desabastecimento e interrupção de serviços nos meses de novembro e dezembro, enfrentados pela comunidade de Campo Bom e mais 11 municípios regulados pelo Consórcio e, a partir da resposta da companhia aos questionamentos apresentados, irá tomar as providências necessárias.

Para Orsi, é importante que o Pró-Sinos, como agente regulador dos serviços de saneamento básico, fiscalize a execução dos serviços das concessionárias. “Temos uma demanda grande de moradores que estão sendo afetados pelo desabastecimento e, mesmo sabendo dos constantes e volumosos investimentos para melhorias no saneamento na cidade e na região, necessitamos de explicações da Corsan sobre que mediadas estão sendo tomadas para evitar que nossa comunidade seja afetada por mais episódios de interrupção no fornecimento de água”, destaca Orsi.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 246
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse