Dia a dia

Comerciantes de Sapiranga representam a região na 41ª edição da Expointer


  •   
  •  

Expositores de diversas partes do estado se reúnem para divulgar seus produtos e competir em provas

A maior vitrine da agroindústria gaúcha, a Expointer, acontece neste ano entre os dias 25 de agosto e 2 de setembro, em Esteio. A 41ª edição do evento deve receber, novamente, milhares de pessoas até o próximo domingo, quando se encerra.



No ano passado, foram re- cebidas aproximadamente 412 mil pessoas, e os números de itens comercializados, entre animais, artesanato, agroin- dústria familiar e máquinas e implementos agrícolas, chegou a mais de R$ 2,7 bilhões.

Para 2018, a expectativa é de superação. A Expointer recebe expositores de diversas regiões do estado e, neste ano, mais uma vez, os representantes do município de Sapiranga são a Embutidos Schuck e a Apiários Pinto. Sendo empresas de tradição, a Embutidos Schuck está no mercado há quase 20 anos. A empresa trabalha com produção de embutidos de qualidade, em processo artesanal. Expõe nas feiras realizadas no Parque do Imigrante e essa é a sua 4a participação na Expointer.

Já a Apiários Pinto produz e comercializa mel.Também em sua 4a participação, pela primeira vez decidiu levar à Expointer gados da raça Indubrasil para competir.

Agricultura Familiar
O pavilhão da agricultura familiar é o local mais visitado na Expointer. Ele reúne diversas famílias e comerciantes de todo o estado, abrindo espaço para que elas divulguem seu comércio e fechem novos negócios. Os representantes de Sapiranga, Embutidos Schuck e Apiários Pinto, vendem lá seus produtos. O pavilhão está entre os espaços que mais movimentam dinheiro, tendo no ano passado comercializado mais de R$ 2,8 milhões.

Embutidos Schuck e Apiários Pinto


A Embutidos Schuck, uma empresa familiar com quase 20 anos de história, começou comercializando seus pro- dutos fabricados em casa nas feiras realizadas no Parque do Imigrante, para pequenos produtores. Suas linguiças defumadas, cuja receita foi passada entre familiares ao longo dos anos, são os produtos mais vendidos. Quando começaram a fazer sucesso, os produtores registraram a empresa para poder comercializar as linguiças em alguns mercados do município. Na Expointer, a Embutidos Schuck está no Pavilhão da Agricultura Familiar.

A Apiários Pinto, também é uma empresa familiar. André Pufal Pinto, de 48 anos, informa que já trabalha com produção e venda de mel há quase 15 anos. Realiza duas coletas por ano, e em cada uma, retira, em média, 100 mil quilos do produto. Para a Expointer, levou aproximada- mente 500 quilos, dos quais, já vendeu 150. Vendo desde novo seu pai criar gados da raça Indubrasil, André decidiu entrar neste ramo também, e como já era familiarizado com a espécie, conseguiu aplicar melhorias.

Surpresa durante a Expointer
André, responsável pela Apiários Pinto, levou para a Expointer deste ano mais do que mel. Ele também levou um touro e quatro novilhas da raça Indubrasil. O touro, com 966 quilos, foi premiado em duas competições das quais participou, ficando com 2ªa colocação na categoria “Touro Adulto” e com a 3ª posição na “Geral da Raça”, para a alegria do produtor.

Outra vitória veio longe da competição. Foi o nascimento de um bezerro de uma das novilhas levadas à feira. Com isto, ele a batizou de Vitória. O produtor não participará de mais competições neste ano, mas possui a expectativa de comercializar seus animais e vender muito mel.

 

 

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 117
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse