Dia a dia

Carros e motos depositados no Dom Pedro em leilão dia 25



  •   
  •  

Serão leiloados 27 veículos e 51 motocicletas com direito à circulação

Sapiranga – O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul tornou público, através do edital nº 0081/2018, o leilão para venda de veículos conservados com direito à circulação e sucatas aproveitáveis, referente aos veículos retidos e abandonados, não procurados por seus proprietários, depositados no CRD Guinchos Dom Pedro, em Sapiranga.

Guilherme Pilger

O leilão será às 10h de quarta-feira, 25, no auditório do prédio azul do Campus II da Feevale, na RS-239, 2755, em Novo Hamburgo, sendo que este é também um leilão eletrônico e está aberto desde o dia 9, até às 18h do dia 24, para pré-lances, através do site do leiloeiro (www.nsleiloes.lel.br).


Serão leiloados 27 veículos e 51 motocicletas com direito à circulação, aberto para participação de pessoas físicas e jurídicas. O restante do material são sucatas aproveitáveis e aproveitáveis com motor inservível. Para a aquisição das sucatas, apenas Centros de Desmanches de Veículos-CDVs, registrados ou credenciados pelo Detran/RS podem participar.

A visitação pública para avaliação visual dos veículos ocorre nos dias 23 e 24 de julho, das 9h às 17h, diretamente no Guincho, localizado na Rua Independência, 660, São Luiz. Não é permitido o manuseio ou experimentação.

Leilão é boa oportunidade para quem quer adquirir um automóvel ou motocicleta
“Os veículos já saem do leilão com débitos quitados e o Detran dá a possibilidade para que voltem a circular em via pública, devidamente documentados. Além disso, o leilão terá veículos a partir de R$300,00”, salienta Robledo Ferreira, proprietário do Guinchos Dom Pedro.

Valores e documentação
Os interessados nos veículos listados no edital, efetuam lances verbais a partir do preço mínimo de arrematação, que vão de R$200,00 (motocicleta) a R$7.100,00 (veículo). O valor será pago através de GAD-L (Guia de arrecadação), emitida e entregue ao arrematante no dia do evento. O pagamento deve ser efetuado em até três dias, contado o dia do leilão. O licitante que arrematar um veículo deve, imediatamente, colocar à disposição do Leiloeiro seu documento de identificação, sob pena de perder o direito ao lote. Dentre os documentos exigidos para pessoas físicas estão RG, CPF e comprovante de residência. Trinta dias após o leilão, o Detran emite Certidões de Registro no nome do comprador, que poderá, então, retirar o veículo e efetuar a transferência em um CRVA. Importante destacar que o DETRAN tem o direito de retirar, até momentos antes do lote ser leiloado, qualquer lote do leilão, por motivos legais.

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 189
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse