Dia a dia

Campo Bom apura lançamento de fumaça na atmosfera


  •   
  •  

Campo Bom – Uma densa cortina de fumaça expelida por uma chaminé de uma indústria localizada na Av. Carlos Strassburguer Filho, Zona Industrial do Município, e que fica bem próxima da RS-239 e do pedágio, despertou a atenção dos motoristas que trafegavam pela rodovia. O fato ocorreu na terça-feira (14), entre às 17 e 18 horas e podia ser percebida a quilômetros da área industrial.

Devido a grande quantidade de fuligem lançada na atmosfera e pela atuação das correntes de ar, a fumaça se espalhou por uma grande extensão territorial, principalmente entre os bairros Metzler (atingindo os loteamentos Renascer e Firenze), e Ipiranga.



Entre as características da fumaça durante o processo de dissipação estavam o odor de algum produto queimado e uma fina camada de resíduo industrial que se acomodou em veículos, telhados e superfícies externas de residências.

Contatada, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente disse que o setor que faz o monitoramento das indústrias junto à Fepam foi acionado para inspecionar o regular funcionamento das empresas no distrito industrial de Campo Bom.

Secretaria investigará


Em contato com a Secretaria de Meio Ambiente de Campo Bom, o secretário João Flávio Rosa orientou que situações como a narrada precisam ser, imediatamente, comunicadas ao órgão competente, neste caso, a Prefeitura. “Sempre que surgirem fatos como este, a comunidade precisa nos relatar de forma rápida. Muito tempo depois, a mobilização para investigar situações como esta ficam prejudicadas”, disse João Flávio.

Secretário confirma investigação

Na sexta-feira (18), o Jornal Repercussão repassou ao secretário uma sequência de fotografias que registraram a dissipação da fumaça entre os bairros Metzler e Ipiranga. “Iremos verificar se ocorreu alguma queima de produto por alguma indústria. Também é necessário verificar se possuem ou não autorização para queimar resíduos. Mesmo assim, a fotografia é uma prova e nos próximos dias poderemos visitar algumas indústrias para verificar se existe alguma irregularidade na queima de resíduos industriais”, comentou o secretário.

Texto e fotos: Deivis Luz

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 144
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse