Dia a dia

Campo Bom anuncia ampliação no atendimento pediátrico no Lauro Reus e CMI


  •   
  •  

Campo Bom – Depois de muita contestação e pedidos da comunidade a prefeitura de Campo Bom anuncia ampliação no atendimento pediátrico da cidade. A medida, anunciada nesta quinta-feira, 19, pelo prefeito, Luciano Orsi, irá aumentar, a partir da próxima segunda-feira, 23, o número de médicos e estenderá o horário de prestação do serviço no Centro Materno Infantil (CMI).

O aditivo, assinado pelo prefeito, garante ainda a ampliação do número de pediatras no Hospital Lauro Reus já a partir desta sexta-feira, 20, durante os finais de semana e nos dias com maior procura pelo serviço.



Orsi esclarece que as mudanças acontecem no intuito de beneficiar a população e otimizar o tratamento infantil em Campo Bom. “Nosso objetivo é atender a demanda crescente de atendimentos pediátricos em decorrência das baixas temperaturas. Sabemos que existem muitas demandas na área da Saúde, mas estamos trabalhando com afinco para atender a todos. E, entendemos também que as crianças merecem uma atenção muito especial para que tenham mais qualidade de vida”, afirmou Orsi.

Atendimento pediátrico extra no Hospital e no CMI
Segundo a titular da Secretaria de Saúde (SMS) Suzana Ambros Pereira, o reforço de atendimento no Hospital Lauro Reus ocorrerá nas sextas-feiras, das 17h às 23h e nos sábados e domingos, das 10h às 22h. Durante estes horários, o hospital contará com mais um pediatra prestando atendimento aos casos de urgência e emergência.

Já o reforço no Centro Materno Infantil (CMI) estenderá o horário de atendimento de segunda a sexta-feira, que ia até às 18h30min, para às 20h, com dois profissionais prestando atendimento médico pediátrico durante este horário extra para casos de menor urgência.


Atendimento pediátrico nas Estratégias de Saúde da Família
Todas as unidades de Estratégias de Saúde da Família (ESFs) contam com atendimento médico para crianças diariamente, além de reforço de pediatra um ou dois dias por semana. Suzana destaca que a ESF deve ser o primeiro lugar a ser procurado para atendimento das crianças. “Todas as unidades de ESF estão aptas a fazer o acolhimento, avaliação e, caso necessário, agendamento, ou encaminhamento da criança para uma unidade com atendimento pediátrico no mesmo dia e, em casos mais graves, para o hospital”, explica a secretária.

Qual atendimento procurar conforme os sintomas
Em casos de crianças com ferimentos, fraturas, convulsões, desmaios, cortes, contusões, vômito intenso, entre outros sintomas que configuram casos de urgência e emergência, os pais devem procurar diretamente o hospital.

Em casos de febre, dor de ouvido, dor de barriga, pouco vômito, diarreia, tosse, dor de garganta, entre outros sintomas de menor gravidade, os pais devem levar a criança a unidade de saúde do seu bairro, para que um profissional faça a avaliação e defina se a mesma deve ser encaminhada para atendimento pediátrico numa unidade de saúde, no CMI ou no hospital.

Texto: Prefeitura de Campo Bom
Foto: Eder Zucolotto

Criação de Sites Porto Alegre

  •   
  •  
  • 156
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Talvez você se interesse